MUITO OBRIGADO PELA VISITA

CRIEI ESSE BLOG....NÃO SÓ PARA MIM....MAS PENSANDO EM ESCLARECER A TODOS DO QUANTO ESTAMOS PERTO DO FIM DOS TEMPOS....E TENHO COMO FOCO PRINCIPAL, ISRAEL.POIS ISRAEL É A BÚSSOLA DAS NAÇÕES....LOGO TUDO QUE ACONTECE EM ISRAEL IRÁ INFLUENCIAR NO MUNDO INTEIRO....PORTANTO, VOCÊ AQUI, FICARÁ POR DENTRO DE TUDO QUE ESTÁ ACONTECENDO AO REDOR DO MUNDO E MAIS...IREI TE ALERTAR QUANTO AO CUMPRIMENTO DAS PROFECIAS BÍBLICAS....



FIQUE ALERTA!



VOLTE SEMPRE...ESTAREI TE ESPERANDO E LEMBRE-SE: JESUS ESTÁ MESMO VOLTANDO!

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

“Gênio” de 9 anos já está na faculdade e quer provar que Deus existe

“Gênio” de 9 anos já está na faculdade e quer provar que Deus existeMenino já está na faculdade e quer provar que Deus existe
O nome dele é William Maillis. O aluno prodígio norte-americano de 9 anos que já está cursando a universidade tem um plano ambicioso: “provar que Deus existe”.
Segundo os pais do garoto, aos 6 meses de idade, William já reconhecia números e um mês depois começou a dizer frases completas. Com 2 anos, já conseguia ler, escrever e fazer contas. Alfabetizado em inglês, lia grego aos 4 anos e dominou geometria, aos 5.
Aaron Hoffman, que foi professor de História de William, explica que a genialidade do menino ficava ainda mais evidente por que ele não anota nada em sala de aula. Somente ouvindo e lendo absorve o conhecimento. No primeiro semestre deste ano ele se formou no Ensino Médio no Penn Towship e logo entrou na universidade Community College, em Allegheny, Pensilvânia.
Ao mesmo tempo, faz tudo que as crianças fazem nessa idade, joga videogame, conta piadas, pratica esportes e sai com os amigos da mesma idade – que ainda estão na quarta série.
Falando à revista People, o menino gênio afirmou que deseja ser astrofísico e para isso vai se aprofundar em física e química. Buscando um doutorado, para ter reconhecimento acadêmico, seu objetivo é provar a existência de Deus.
Ele já trabalha em suas próprias teorias sobre como o universo foi criado. Pretende demonstrar cientificamente que somente uma força externa seria capaz de formar o universo.  Para isso, terá de contrariar muito do que físicos renomados como Albert Einstein e Stephen Hawking sempre defenderam.
O pai de William, Peter, é um sacerdote da igreja grega ortodoxa. Conta que deu ao filho uma educação cristã. “Eu só quero que ele aproveite o dom que tem. Eu sempre digo a ele: ‘Deus lhe deu um presente. A pior coisa seria rejeitar esse dom e não usá-lo para melhorar o mundo.'”

Médico afirma que morreu, viu o inferno e voltou para contar

Dr. Rajiv Parti garante que Deus lhe deu uma segunda chance

Médico afirma que morreu, viu o inferno e voltou para contarMédico diz que morreu, viu o inferno e voltou para contar
Ao longo de sua carreira de 25 anos como anestesista, o doutor Rajiv Parti ouviu muitas histórias de pacientes que afirmavam ter passado por experiências de quase morte (EQM) e visto a famosa “luz no fim do túnel”.
Para ele, eram delírios causados pela anestesia ou sonhos. Como “truques” que o cérebro fazia enquanto os médicos lutavam para tirar esses pacientes do estado de morte clínica. Em um artigo para o ‘The Daily Mail’, afirmou: “Eu sempre acreditei que essas histórias eram uma porcaria”.
Como médico, seu trabalho se limitava a manter seus pacientes inconscientes durante as operações, por isso nunca levou a sério essas histórias. Mas tudo mudou em 2010, quando ele foi internado com urgência em um hospital, para ser tratado de câncer de próstata. O que aconteceu durante a operação mudou sua vida para sempre.
A estrada para o inferno
De repente, ele diz que o estado de sua consciência foi alterado. “Eu senti que estava indo para cima, como em um elevador. Era o mesmo sentimento que você tem na boca do estômago quando sobe até ao 20º andar de um arranha-céu “, explicou Parti.
Recorda-se de ver tudo em detalhes: os médicos na sala de cirurgia contando piadas, seu abdômen aberto, e mesmo sua mãe e sua irmã a milhares de quilômetros do hospital, na casa onde passou sua infância. Até que “tudo ficou escuro”.
O anestesista jura que viu “um vislumbre do inferno”. Diz que começou a ouvir “gritos de dor e sofrimento” e sentiu-se arrastado até a borda de “um canhão de fogo” de onde saía muita fumaça e um “cheiro nauseante de carne queimada.”
Em seu testemunho, divulgado no jornal, confessa: “Eu sabia que estava à beira do inferno”. Ouviu então claramente uma voz dentro de sua cabeça, dizendo-lhe que ele tinha “uma vida materialista e egoísta.”
Parti é indiano e não se considerava uma pessoa muito religiosa. Contudo, explica que começou a repensar sobre todas as posses que tinha acumulado durante a vida e sentiu um vazio. Passou a clamar, pedindo que Deus lhe dessa uma segunda chance.
Em seu artigo, escreveu que foi então cercado por dois anjos, que identifica como Miguel e Rafael, que o levaram até uma luz ofuscante. Soube então que poderia voltar à Terra, mas que devia refletir sobre as mudanças que precisava fazer.
Curiosamente, quando voltou a si na sala de cirurgia, percebeu que a operação havia terminado. Quando tentou contar o que houve, os médicos não acreditaram em seu relato. Tiveram com ele a mesma atitude que ele tinha com os seus pacientes que tinham histórias parecidas para contar.
Totalmente recuperado, Parti vendeu todos os carros caros que possuía e vendeu sua mansão, passando a morar em uma casa com metade do tamanho. Abandonou seu emprego como anestesista-chefe do Hospital do Coração de Bakersfield, na Califórnia.
Passou a dedicar seu tempo para sua família. Segundo ele, seu maior desejo é ajudar as pessoas a repensarem a maneira como estão vivendo. Lançou também o livro “Dying to wake up’ [“Morrendo para poder acordar”], onde relata os detalhes de sua experiência de quase morte.

Vídeo com som de “trombetas” em Jerusalém viraliza

Vídeo com som de “trombetas” em Jerusalém viralizaNas últimas semanas voltaram a repercutir na internet vídeos com sons vindos dos céus de Jerusalém, que seriam “trombetas”. Para muitos esse é um anúncio da volta iminente de Jesus ou até os sons emitidos pela ação de sete anjos, conforme descritos no capítulo 8 do livro do Apocalipse.
Como é comum hoje em dia, o material teve repercussão mundial, principalmente pelas redes sociais. Contudo, dividiu opiniões. Enquanto muita gente acreditou se tratar de um sinal, outros afirmam ser mais uma montagem como muitas similares que circulam há anos na web.
No vídeo de cerca de um minuto, além do som vindo de uma fonte não identificada, no céu é possível ver a formação de nuvens em forma de arco. Um dos aspectos que contribuiu para a popularidade dessa gravação, que teria sido feita no início de outubro, é que a data era próxima do feriado de Rosh Hashaná, o dia do perdão, que marca o início de um novo ano no calendário judaico.
A versão original é do canal World Gatekeeper e já tem 380 mil visualizações. A maioria dos  vídeos publicados por esse canal são sobre supostos discos voadores sobrevoando os céus do mundo.
O pastor Stênio Verde publicou uma análise desse vídeo em seu canal do Youtube, onde aponta para a incongruência de que em uma cidade como Jerusalém – que atrai milhares de turistas de todo o mundo –  não há outras gravações. Ao mesmo tempo, lembra que nenhum grande órgão de imprensa sério repercutiu o fato.
“Muita cautela! Primeiro por que sabemos que é grande o número de pessoas que trabalham com montagens de cenas e de sons”, destacou logo no início do seu comentário. Posteriormente, lembrou de várias passagens que falam sobre o que significam as trombetas na Bíblia.
Uma rápida pesquisa no Google mostra que sons muito parecidos com os ouvidos nesse vídeo foram ouvidos em outras partes do mundo alguns anos atrás.
Em 2011, um vídeo com gravação similar feita na Ucrânia viralizou. Dois anos depois, outro vídeo mostrando um caso no Canadá mostrava algo muito parecido. Em diferentes ocasiões a NASA já explicou que o som podia ser causado por placas metálicas, que se chocam no espaço e ecoariam no planeta Terra.

Ex-bruxa alerta cristãos: Halloween é ritual satânico

Beth amava o “Dia das Bruxas”, mas depois da conversão se recusa a participar

Ex-bruxa alerta cristãos: Halloween é ritual satânico
Uma ex-bruxa que se apresenta na internet apenas como Beth, criou um blog e um canal no Youtube chamado The Other Side of Darkness [O Outro Lado das Trevas], onde relata como era sua vida antes de conhecer a Jesus.
Hoje convertida, ela possui um forte testemunho após ter vivido durante a maior parte da vida no ocultismo. Um de seus vídeos mais recentes se chama “Halloween and Satanic Ritual Abuse” [Dia das Bruxas e o ritual satânico do abuso]. O material é extenso, com mais de 45 minutos.
Em linhas gerais, o que ela faz é um alerta aos cristãos. Beth explica que quando ainda era uma bruxa podia sentir que o dia 31 de outubro tinha uma “carga espiritual” pesada, como se abrisse um portal para que o mal entrasse mais no mundo.
Lembra que gostava de se vestir com fantasias assustadoras e fazer as cerimônias típicas da data, que incluíam invocações de espíritos. Contudo, após sua conversão nunca mais celebrou o Halloween, que chama de prática espiritual pagã.
As memórias que ela tem dessa data não são positivas, pois é uma data ‘sagrada’ para os praticantes da bruxaria e do satanismo. No vídeo, ela conta que “Os rituais satânicos têm como propósito alinhar as pessoas com o reino das trevas”. Esclarece ainda que o diabo faz isso para que possa usá-las e assim adquirir poder.
Falando sobre sua experiência pessoal, Beth diz que sofreu abuso sexual em um Halloween quando tinha apenas três anos de idade. A certa altura do testemunho, faz uma revelação preocupante: “No Dia das Bruxas, os satanistas usam crianças como ídolos sexuais, para serem adoradas. Outras crianças têm um destino muito pior, a morte”.
Ao lembrar que sua família costumava frequentar uma igreja, assevera que o Diabo não está preocupado com “cerimônias religiosas”.
A ex-bruxa, que passou por um longo processo de cura e libertação, segundo ela mesmo conta, sabe que muitas pessoas não acreditam que há algum mal em celebrar o Halloween. “Eu mal consigo dizer estas palavras, porque a dor da verdade é quase maior que sou capaz de suportar. Se não fosse pela graça e amor de Jesus Cristo, eu sequer estaria aqui contanto tudo isso”, assegura, visivelmente abalada.
Insistindo que não pretende assustar as pessoas, apenas fazer um alerta, esclarece que Satanás busca uma brecha para que possa entrar na vida das pessoas. Para fazer isso, muitas vezes usa de mentiras e do engano. Beth insiste que o Halloween e o interesse que isso desperta pelo ocultismo é uma delas.