domingo, 19 de outubro de 2008

Pastor usa tatuagem 666 afirmando ser Deus, Jesus e o Anticristo ao mesmo tempo

Pastor usa tatuagem 666 afirmando ser Deus, Jesus e o Anticristo ao mesmo tempo
30.09.2008 - José Luis de Jesus Miranda, que é pastor, afirma ser Deus • Ele prega que não há diabo e pecado. Sua igreja afirma ter milhares de membros em mais de 30 paísesO pastor tem o número 666 tatuado no braço. Contudo, José Luis de Jesus Miranda não é um pastor como os outros. José Luis de Jesus, ou "Papai" como seus milhares de seguidores o chamam, não faz meramente orações a Deus: Ele diz que ele próprio é Deus."O espírito que está em mim é o mesmo espírito que estava em Jesus de Nazaré", diz José Luis de Jesus.
As afirmações do Pastor José Luis de Jesus sobre sua divindade vêm indignando os líderes cristãos, que dizem que ele é um enganador. Os especialistas religiosos declaram que ele pode ser algo muito mais perigoso, um líder de seita que realmente crê que é Deus."Ele está na cabeça deles, ele está na cabeça desse povo", diz o Prof. Daniel Alvarez, um especialista religioso da Universidade Internacional da Flórida que fez debates com alguns dos seguidores do Pr. José Luis de Jesus. "De Jesus fala com um tipo de convicção que me faz considerá-lo mais como David Koresh ou Jim Jones".Será que José Luis de Jesus é realmente um líder de seita como David Koresh, que morreu com mais de 70 de seus seguidores do Ramo Davidiano num incêndio fatal durante um impasse com as autoridades federais, ou Jim Jones, o fundador do Templo dos Povos que cometeu suicídio em massa com 900 seguidores em 1978?
Profetas 'falaram comigo'
José Luis de Jesus e seus crentes dizem que a igreja deles — "Creciendo en Gracia", palavra espanhola que significa "Crescendo na graça" — é mal compreendida. Os seguidores do movimento dizem que eles têm prova de que seu pastor é divino e de que sua igreja logo será uma grande religião no mundo. Mas até mesmo o pastor admite que ele é um líder não promissor de uma igreja que afirma ter milhares de membros em mais de 30 países. De Jesus, de 61 anos, cresceu em Porto Rico. Ele diz que tem passagens pela polícia ali por pequenos roubos e diz que ele era viciado em heroína. De Jesus diz que ficou sabendo que ele é o Jesus reencarnado quando num sonho ele recebeu a visita de anjos. "Os profetas, eles conversaram comigo. Levou-me tempo para aprender isso, mas eu sou o que eles estavam aguardando, o que eles vêm aguardando há 2.000 anos", declara o pastor..A igreja que ele começou a construir 20 anos atrás em Miami não tem nada parecido:
Os seguidores dele fazem protestos contra outras igrejas cristãs em Miami e na América Latina, tumultuando cultos e missas e esmagando cruzes e estátuas de Jesus.
José Luis de Jesus prega que não há diabo e pecado. Seus seguidores, diz ele, não podem literalmente cometer erro algum aos olhos de Deus. A igreja chama-se o "Governo de Deus na Terra" e usa um selo semelhante ao selo do governo dos Estados Unidos.
Fazendo a obra de Deus com os carros e relógios mais caros
Se Creciendo en Gracia é um grupo religioso raro, José Luis de Jesus também não se encaixa no molde do líder comum de igreja. De Jesus zomba dos tradicionais votos de pobreza. Ele diz que a igreja lhe paga como salário 136 mil dólares por ano, mas ele vive com mais extravagância do que essa quantia permite. Durante uma entrevista, ele mostrou aos jornalistas da CNN um relógio Rolex coberto de diamantes e disse que ele tem outros três iguaizinhos. Ele viaja em carros Lexus e BMW blindados, afirma ele, para sua própria segurança. Quem lhe deu todos esses presentes foram seus devotos seguidores.
E quanto à tatuagem do 666 no braço dele?
Embora seja um número geralmente associado a Satanás, não ao Filho de Deus, José Luis de Jesus diz que o 666 e o Anticristo são, como ele, mal compreendidos.O Anticristo não é o diabo, o pastor diz à sua congregação. Ele é o ser que substitui Jesus na Terra. "O Anticristo é a melhor pessoa no mundo", diz ele. "O Anticristo significa: não fixe os olhos em Jesus porque Jesus de Nazaré não era cristão. O Anticristo significa: não fixe os olhos em Jesus Cristo de Nazaré. Fixe em Jesus após a cruz".E de Jesus quer dizer: fixar nele mesmo. Até agora, José Luis de Jesus diz que suas declarações de ser o Anticristo não assustaram nem afugentaram seu rebanho. Numa exibição da influência que ele exerce sobre o grupo, 30 membros de sua congregação foram terça a um salão de tatuagens para receber também a tatuagem permanente do número 666 na pele. Ele exerce influência sobre eles, mas seus seguidores dizem que não irão pelo mesmo caminho das pessoas que creram em David Koresh e Jim Jones. Só pelo fato de terem encontrado de Jesus, dizem eles, eles já alcançaram propósito para suas vidas. "Se alguém nos disser para tomar alguma bebida relaxante e que iremos para o céu, isso não é verdade. Já estamos nos lugares celestiais", a seguidora Martita Roca contou a CNN depois de receber a tatuagem do 666 no tornozelo.

A Igreja (seita) Crescendo em Graça no Brasil
Bem que Jesus, o verdadeiro, alertou em Mateus 24,5 que muitos viriam em seu nome, dizendo `'eu sou o Cristo''. Pois um dos tais, o porto-riquenho José Luis de Jesús Miranda, está entre nós. Presente em mais de 30 países, sua seita, a Igreja Crescendo em Graça, conta com estimados 2 milhões de membros e até uma emissora de TV internacional, a Telegracia. E sua rede de influências cresce no Brasil, como a Enfoque informou na edição de maio deste ano. Já tem mais de 10 mil seguidores, que se reúnem em 35 locais de cidades como Rio de Janeiro, São Paulo, Londrina, Belém, Belo Horizonte e Salvador. No Brasil, propaga sua mensagem por programas de rádio em pelo menos 17 estações, além de programa de TV via satélite, cabo ou UHF.
Acredite se quiser: a seita tem até uma escola de samba, a "666", que fez festa no aeroporto na última visita de Jesús Miranda ao Brasil. Com sua vinda recente, o auto-proclamado "Deus" pretende aumentar sua influência em terras brasileiras. O "Jesus Cristo homem'', como costuma se apresentar, alega que o sacrifício de Jesus Cristo, o verdadeiro, acabou de vez com o diabo e o pecado. Por isso, garante que "estamos todos automaticamente salvos". Diz que Jesus de Nazaré não deve ser adorado. E mais: seus seguidores costumam tatuar no corpo o número "666" a seu pedido. Adultos, jovens e crianças gravam na pele o número da besta "como um sinal de solidariedade e salvação". A doutrina de Jesús Miranda vem sendo disseminada por meio de cultos, encontros locais (conhecidos como `'reunião dos deuses'') e de seminários e convenções internacionais, estes com a presença dele próprio. No Brasil, essas concentrações ocorrem em média duas vezes por mês, em diferentes cidades. Além disso, a Igreja lançou um web site em português, com diversos recursos multimídia: entre eles, um programa de vídeo semanal com pregações ao vivo do líder da seita. A Igreja Crescendo em Graça tem investido também na doutrinação de crianças, pelo ministério “Super-Raça”. Segundo nota da seita, “o objetivo principal de nosso Pai, Apóstolo e Deus, José Luis de Jesus Miranda, é iluminar os olhos do entendimento dos filhos de Deus ao redor do mundo através do conhecimento da graça. Isto inclui os espíritos em vasos de barro adultos e também crianças Cada tema é desenvolvido para as crianças apoiado como atividades para que assim recebam também o conselho de nosso Apóstolo”. Jesús Miranda não poupa críticas a ninguém. É feroz em suas acusações à Igreja Católica, mas guarda munição para denominações evangélicas:
Fonte: Revista Enfoque
Lembrando...
Seguidores de Jesus Cristo porto-riquenho tatuam o número 666
23.02.2007 - Dezenas de seguidores do porto-riquenho José Luis de Jesús Miranda, que se diz "Jesus Cristo feito homem", tatuaram nesta quinta (22) o número 666, seguindo as ordens de seu líder religioso.
Adultos, jovens e até crianças, todos seguidores da igreja Jesus Cristo Homem, foram a diferentes lojas de tatuagens da Costa Rica para gravar na pele o número, identificado com o sinal do Anticristo.
Proprietários de diferentes estabelecimentos confirmaram à imprensa que ficaram com a agenda cheia, na maioria dos atendimentos para tatuar o número.
Miranda visitou a Costa Rica em outubro e realizou uma reunião sem a presença dos "milhares" de seguidores que ele afirmava ter no país, mas reunindo apenas algumas dúzias de pessoas.
No entanto, na semana passada, em Miami, o líder da igreja mostrou na televisão sua tatuagem com o 666 no braço. Ele pediu a seus fiéis que fizessem o mesmo, como uma senha de solidariedade e salvação.
Alguns fiéis consultados pela imprensa disseram que o número "não tem nada de satânico", como diz a doutrina cristã.
"Não é algo negativo nem satânico, pelo contrário, nós lutamos contra o satanismo", disse um homem não identificado após sair da casa de tatuagens. A seita afirma que, na Costa Rica, conta com mais de 2.000 fiéis.
A associação do número 666 está presente na Bíblia, no capítulo 13 do livro do Apocalipse ("Aqui há sabedoria! Quem tiver inteligência, calcule o número da Besta, porque é número de um homem, e esse número é seiscentos e sessenta e seis"), e tornou-se famosa com o filme de terror "A Profecia" (1976), em que o personagem Damien, enviado do demônio, leva os números como um sinal de nascença na cabeça.
Também o nome Neron Caesar (César Nero) em grego vertido para o hebraico representa 666.

Diz na Sagrada Escritura:
'Respondeu-lhes Jesus: Cuidai que ninguém vos seduza.Muitos virão em meu nome, dizendo: Sou eu o Cristo. E seduzirão a muitos". (Mt 24, 4-5)
"Então se alguém vos disser: Eis, aqui está o Cristo! Ou: Ei-lo acolá!, não creiais. Porque se levantarão falsos cristos e falsos profetas, que farão milagres a ponto de seduzir, se isto fosse possível, até mesmo os escolhidos". (Mt 24, 23-24)
"Guardai-vos dos falsos profetas. Eles vêm a vós disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos arrebatadores". (Mt 7,15)
"Caríssimos, não deis fé a qualquer espírito, mas examinai se os espíritos são de Deus, porque muitos falsos profetas se levantaram no mundo". (1Jo 4,1)
"Filhinhos, esta é a última hora. Vós ouvistes dizer que o anticristo vem. Eis que já há muitos anticristos, por isto conhecemos que é a última hora." (1 Jo.2,18)

EXTRATERRESTRES

Muitas mentiras enganosas são semeadas na mente da juventude de hoje através das escolas, dos livros, dos filmes e da televisão. São muitos os enganos populares que negam a Deus e o Evangelho de Jesus Cristo. Dois deles são sustentados mundialmente:
1) a evolução (ensinada como fato nas escolas públicas); e sua corolária,
2) a existência de vida inteligente em outros planetas. Se a vida evoluiu na Terra por acaso, então por que não em outros lugares? A possibilidade de algum outro ser possuir ciência e tecnologia mais avançadas que as nossas é extremamente empolgante para a humanidade: nós não estaríamos sozinhos no Universo!
Robert Jastrow, fundador e por muitos anos diretor do Instituto Goddard de Estudos Espaciais (que exerceu um papel-chave nos projetos das sondas espaciais Pioneer, Voyager e Galileu), sugeriu que a vida teria se desenvolvido em alguns planetas 10 bilhões de anos antes de acontecer aqui na Terra. Esses seres poderiam estar além do homem na escala evolucionária – assim como o homem se encontra à frente dos vermes – e apareceriam como deuses para nós quando os encontrássemos: um pensamento emocionante mas também aterrorizante.
Sérios esforços internacionais têm estado em funcionamento durante os últimos anos visando contatos com inteligências extraterrestres (IETs). Nos Estados Unidos, o programa foi chamado de Busca de Inteligência Extraterrestre (Search for Extraterrestrial Intelligence – SETI). Várias nações investiram pesado no envio de sinais de rádio ao espaço e na captação de algum retorno dos mesmos. A sonda espacial Voyager, que já deixou nosso sistema solar para se aprofundar mais no espaço, carrega a seguinte mensagem num disco de ouro fixado no seu exterior, pois esperava-se que alguma vida amiga o encontrasse e fizesse contato com a Terra em resposta:
Nós lançamos esta mensagem no Cosmo... isto é um presente de um pequeno, distante mundo... Esperamos que algum dia tenham resolvido os problemas que enfrentamos, para reunir uma comunidade de civilizações galácticas. (Assinado) Jimmy Carter, presidente dos Estados Unidos da América, 16 de junho de 1977.
Crê-se popularmente que seres de outros planetas já teriam visitado a Terra por algum tempo em naves espaciais cuja composição e propulsão nossos cientistas não podem explicar. Essas naves foram batizadas de Objetos Voadores Não Identificados (OVNIs). Milhares de aparições são reportadas anualmente no mundo inteiro, a maioria das quais tendo alguma explicação terrestre. Isso ainda deixa numerosas aparições que, sob cuidadosa investigação, parecem indicar que alguma coisa "não deste planeta" está nos visitando, por razões desconhecidas.
Tem havido várias investigações governamentais dos OVNIs. Os resultados permanecem em segredo. De acordo com os arquivos liberados conforme a Lei de Liberdade de Informação, o FBI foi envolvido na procura por evidências em supostos locais de acidentes com OVNIs. Numa carta datada de 27 de setembro de 1947, entretanto, o diretor do FBI, J. Edgar Hoover, escreveu para o Ministro da Aeronáutica, George C. McDonald, que estava orientando o órgão governamental a "suspender toda a atividade de investigação relativa às aparições reportadas acerca de disco voadores", e que as dúvidas fossem apresentadas à Força Aérea. Contudo, o FBI continuou envolvido no processo. Considere o memorando interno do FBI, datado de 2 de outubro de 1962, de W. R. Wannall para W. C. Sullivan: "Aparentemente não se faz necessário dar instruções adicionais... relativas a discos voadores. Esta matéria será novamente revisada por volta de 3 de outubro de 1963."
Arquivos do FBI, dos quais tenho cópias, incluem numerosas reportagens sobre misteriosos objetos voadores, vistos por observadores competentes, incluindo pilotos da Força Aérea e pessoal do FBI. A grande velocidade dos objetos, a ausência dos meios de propulsão conhecidos na Terra, e manobras impossíveis para naves terrestres indicam origem extraterrestre. Os relatos quase sempre incluem observações sobre marcas deixadas por um objeto pesado, bem como áreas queimadas e radioativas onde os OVNIs supostamente teriam aterrissado. Um memorando do Diretor Executivo da CIA (cuja data foi apagada) para o Diretor da Central de Inteligência afirma:
Relatos de incidentes nos convencem de que algo está acontecendo e precisa de atenção imediata. Os detalhes de alguns desses incidentes têm sido discutidos pelo AD/SI com DDCI. Aparições de objetos inexplicáveis a grandes altitudes e viajando a grandes velocidades nas proximidades de uma importante instalação americana de defesa são de tal natureza que não são atribuíveis a fenômenos naturais ou a tipos conhecidos de veículos aéreos.
Contradições: fatos X pesquisadores
Alguma possibilidade de que vida inteligente tenha evoluído por acaso na Terra ou em qualquer outro lugar pode ser rapidamente descartada. O eminente astrônomo britânico Sir Fred Hoyle salienta que "mesmo se o Universo tivesse consistido, a princípio, de um caldo orgânico" do qual a vida seja feita, a chance da produção das enzimas básicas da vida pelo acaso, sem um norteamento inteligente, pode ser aproximadamente de uma em 10 seguido de 40.000 zeros. A impossibilidade desse número pode ser vista na seguinte ilustração. A probabilidade de se "estender a mão" ao acaso e apanhar um átomo específico do Universo seria de cerca de 1 em 10 seguido de 80 zeros. Se cada átomo deste Universo se tornasse num outro Universo, a chance de "estender a mão" a esmo e pegar um átomo desses universos seria de cerca de 1 em 10 seguido de 160 zeros.
Então Hoyle explica por que essa teoria completamente impossível ainda é respeitada, e acusa os evolucionistas de interesse-próprio, pressão injusta, e desonestidade:
Essa (impossibilidade matemática) é bem conhecida dos geneticistas e ainda assim ninguém parece dar um basta final à teoria... por causa do seu peso sobre o sistema educacional... ou você crê nos conceitos ou será visto como herege.
Em Chance and Necessity (Acaso e Necessidade), o biólogo molecular Jacques Monod forneceu uma dúzia ou mais de razões pelas quais a evolução não pode ter ocorrido. A característica essencial do DNA, por exemplo, é a perfeita réplica dele mesmo. A evolução só poderia ocorrer diante de uma falha no DNA, e é absurdo imaginar que uma única célula tenha evoluído, muito menos o cérebro humano, por uma série de falhas prejudiciais no DNA. E, ainda assim, após ter apresentado várias razões pelas quais a vida não poderia ter surgido por acaso, Monod concluiu que ela tem que ter surgido por acaso.
Monod não possui uma razão válida para sua "fé". Ele simplesmente rejeita aceitar a criação divina. O paleontologista do Museu Britânico de História Natural, Colin Patterson, declara:
Evolucionistas, assim como os criacionistas... nada mais são do que pessoas que crêem. Eu tenho trabalhado nesta questão (evolucionismo) por mais de vinte anos, e não havia qualquer coisa que eu soubesse a esse respeito. É chocante descobrir que alguém pode ser enganado por tanto tempo."
Onde fica o cristianismo?
Uma fé transigente está ficando comum na igreja: Deus teria permitido que a evolução acontecesse, aí Ele teria transformado a criatura, semelhante a um primata, em Adão. Mas a Bíblia diz que no momento em que Deus soprou vida no molde que Ele formara do pó, esse molde era um homem, Adão (Gn 2.7). Assim, Ele não poderia tê-lo transformado de alguma coisa que já estivesse viva. Além disso, a morte não invadiu a Terra até que Adão pecasse ("por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte" – Rm 5.12), e, assim sendo, as espécies anteriores não poderiam ter passado pelo suposto processo de morte para "evoluírem de forma mais elevada".
Poderia Deus ter criado vida inteligente em outros planetas? Sim, mas a Bíblia declara que exclusivamente a Terra tem vida física inteligente. Foi para esta Terra que Satanás veio difundir sua rebelião; e a esta Terra Cristo veio para morrer pelo pecado do homem. A batalha entre Deus e Satanás pelo Universo está centralizada aqui. O sacrifício de Cristo na cruz purificou do pecado o Universo inteiro e as próprias coisas celestiais (Hb 9.23):
"...de fazer convergir nele [Cristo]... todas as cousas, tanto as do céu como as da terra" (Ef 1.7,10).
"Para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra..." (Fl 2.10).
"...havendo feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as cousas, quer sobre a terra, quer nos céus" (Cl 1.20).
"...toda criatura que há no céu e sobre a terra, debaixo da terra... dizendo: Àquele que está sentado no trono, e ao Cordeiro, seja o louvor, e a honra, e a glória, e o domínio pelos séculos dos séculos" (Ap 5.9,13).
"Quando, porém, todas as cousas lhe (a Cristo) estiverem sujeitas... para que Deus seja tudo em todos" (1 Co 15.28).
As afirmações acima contrastam com a crença dos mórmons em trilhões de deuses, e trilhões de Cristos que morreram em trilhões de planetas além do nosso. Isso vai contra as Escrituras que dizem que a única reconciliação entre Deus e o Universo inteiro é o próprio Cristo de uma vez por todas sacrificado na cruz – um sacrifício que não se repetiu em nenhum outro planeta:
"...pelo seu próprio sangue, entrou no Santo dos Santos, uma vez por todas, tendo obtido eterna redenção... ao se cumprirem os tempos, (Cristo) se manifestou uma vez por todas, para aniquilar pelo sacrifício de si mesmo o pecado... Jesus, porém, tendo oferecido, para sempre, um único sacrifício pelos pecados, assentou-se à destra de Deus... Porque com uma única oferta aperfeiçoou para sempre quantos estão sendo santificados... Já não há oferta pelo pecado" (Hb 9.12,26,10.12,14,18).
Um ser inteligente com poder de escolha poderia pecar. Deus não precisa experimentar ("O homem pecou, mas deixe-me tentar em outro planeta...", etc.). Conseqüentemente, existiriam outros pecadores espalhados pelo Universo; Deus os teria colocado lá intencionalmente. Mas por quê? Certamente é suficiente um planeta de rebeldes!
Os pecadores precisam de redenção, e a redenção foi provida para o Universo inteiro através do sacrifício de Cristo neste planeta. Nós, habitantes da Terra, temos o relato de testemunhas oculares, evidências arqueológicas, evidências históricas e profecias cumpridas. Tais provas não podem ser avaliadas por seres de distantes planetas que teriam que acreditar num Cristo que morreu neste planeta.
Além do mais, para Cristo nos redimir, ele teve que se tornar um de nós, um homem que morreu em nosso lugar. Para redimir seres de outros planetas, Ele teria de se tornar um deles também. Mas a Bíblia diz que Cristo é o Deus-homem para sempre; e Ele morreu só uma vez, e isto foi aqui na Terra. E sobre a Terra Satanás tentará estabelecer seu falso reino, utilizando-se de um homem, o anticristo. Para esse fim, Satanás pode usar os OVNIs e a crença em IETs para estabelecer seu falso cristo. É interessante que Robert Jastrow sugere que a vida após a morte...
...talvez esteja muito além da forma de carne-e-sangue que reconheceríamos. Talvez possa (ter)... conseguido escapar de sua carne mortal para se tornar algo fora de moda que as pessoas chamariam de espíritos. Então como é que sabemos que está aqui? Quem sabe possa materializar-se e aí desmaterializar-se. Tenho certeza de que eles possuem poderes mágicos pelos nossos padrões...
O palco para a "operação do erro"
Que grande idéia Satanás pode utilizar para colocar o anticristo no poder! Quem precisa de Deus se as IETs têm poderes mágicos?! Não só médiums espíritas e parapsicólogos, mas agora cientistas, que rejeitaram a Deus, estão tentando contato com "seres espirituais" que eles acreditam ser entidades altamente evoluídas, com conhecimento e poderes maiores aos dos humanos. Certamente, se contatos fossem feitos com as "amigáveis" IETs, os líderes da Terra gostariam de se "beneficiar" com seus conselhos e ajuda. O presidente sírio Hafez Assad, muito fascinado por OVNIs, acredita que "só os poderes extraterrestres poderiam trazer paz entre as superpotências".
Mas não existem IETs. A única vida inteligente além da que há na Terra é toda espiritual: Deus, anjos, Satanás e demônios. Satanás e seus servos são hábeis em invadir o reino físico. Satanás colocou chagas em Jó, causou um "vento arrasador" de destruição em sua casa matando seus filhos, os caldeus e sabeus roubaram a ele e a seus servos, e em cada caso uma pessoa ficou viva para trazer as notícias a Jó. Satanás levou Cristo ao topo do monte e ao pináculo do templo. Janes e Jambres (2 Tm 3.8) foram hábeis para imitar, pelo poder de Satanás, alguns milagres de Arão e Moisés, feitos pelo poder de Deus.
Que limites podem haver nos "poderes, sinais e prodígios da mentira" satânicos nós não sabemos: Satanás levará o mundo todo a adorar o anticristo como "Deus" (Ap 13.8). O fato é que a humanidade está agora aberta para o contato e para receber opiniões e ajudas de demônios que estão se manifestando como OVNIs e disfarçando-se como IETs, o que ajuda a preparar o palco para a "operação do erro" (2 Ts 2.11).
Foi aqui na Terra que Cristo derrotou Satanás na cruz, e é aqui para a Terra que Cristo retornará a fim de destruir Satanás. É na Terra que Cristo vai reinar por 1000 anos; é para a nova Terra que a Jerusalém celestial descerá (Ap 21.1-2), e dela Cristo reinará sobre o novo Universo por toda a eternidade. Não existe nenhuma outra civilização planetária.
As hábeis mentiras de Satanás têm um único propósito: desviar o homem da verdade de Deus que por si só o libertará do pecado e do eu (Jo 8.31-32).
Nós, crentes em nosso senhor Jesus Cristo, precisamos ter uma resposta bíblica para nossos queridos, de forma a libertá-los das sedutoras mentiras satânicas, onde quer que elas estejam. Sejamos sábios. Conheçamos as Escrituras. Declaremos a verdade de Deus com ousadia e vivamo-la de forma consistente.

Feitiçaria Chique

Amado, não imites o que é mau, senão o que é bom. Aquele que pratica o bem procede de Deus; aquele que pratica o mal jamais viu a Deus" (3 João 11).

Fiquei sabendo de uma festa de aniversário de uma pré-adolescente, filha de um grã-fino da alta sociedade inglesa, em que o tema foi "a feitiçaria". "Chique, não é mesmo?", sentenciavam alguns convidados.
Fiquei curioso e li mais sobre a matéria: muitos estavam fantasiados de personagens de vários seriados de TV, que defendem a bruxaria, outros de monstros e, claro, de Harry Potter e sua turma. Era tudo em um estilo elegante e havia até "zumbis". Não, não, a festa não ocorreu em uma santería cubana, nem em um terreiro de candomblé brasileiro e, tampouco, em uma casa de vodu haitiano. Esse fetichismo infantil foi realizado em uma casa luxuosa em Londres, com direito até a manobrista à porta para estacionar os carrões dos figurões que traziam seus filhos.
Hoje em dia, os feiticeiros estão presentes em inúmeros lugares: fantasiados nas ladeiras da cidade de Olinda durante o carnaval, nas telinhas das TVs e nos protestos globalizados pela paz mundial. Eles estão lá... muitas vezes tímidos freqüentadores de covens (grupos de pessoas que estudam e praticam a bruxaria) em sítios distantes dos centros urbanos. Outras vezes, exibidos e provocando aqueles que passam ao largo (com a mesma desenvoltura das prostitutas do "Bairro da Luz Vermelha", em Amsterdã).
A visibilidade deles se traduz como um novo status social – o da "feitiçaria chique"!
Em nossos dias, fetiches marcam culturalmente a identidade dos nossos adolescentes, mas afetam também suas vidas espirituais em pelo menos dois aspectos:
1. Familiarizando-se com o paganismo
Nossos adolescentes passaram a ser indiretamente apresentados ao ocultismo. Por exemplo, no livro e no filme Harry Potter e A Pedra Filosofal, aparece um cachorrão de três cabeças chamado "Fofo", que protege a entrada de uma câmara onde está contida a pedra filosofal. Qualquer um pode até presentear crianças com esse "Fofo" – ele está à venda, em pelúcia, em várias lojas nos shopping centers. As crianças podem levá-lo para casa e até dormir com ele nas suas próprias camas.
Coincidência ou não, na mitologia grega somos apresentados a "Cerberus", também um cachorrão de três cabeças que protege a entrada do Hades. Ambos, "Fofo" e "Cerberus", ficam calmos ao som de música. Nossos adolescentes, quando estudarem sobre "Cerberus", na mitologia grega, vão se lembrar do "Fofo" de Harry Potter. "Cerberus", porém, mata pessoas e não é, de forma alguma, uma criatura agradável. Chique? Claro que não. Tenebroso? Sim senhor!
A Bíblia nos adverte sobre o perigo de confundir o que é reto e luminoso com o que é perverso e escuro: "Ai dos que ao mal chamam bem e ao bem, mal; que fazem da escuridade luz e da luz, escuridade; põem o amargo por doce e o doce, por amargo!" (Isaías 5.20).
2. Criando fantasias pagãs no imaginário das adolescentes
A cultura adolescente está sendo bombardeada pela bruxaria. Antes mesmo de surgir Harry Potter, elas já podiam assistir o filme Jovens Bruxas (1996). Ele tratava de jovens bruxas colegiais que acabam brigando entre si – é a "boa" contra a "má" bruxaria. Segundo a Bíblia, porém, bruxaria é sempre bruxaria, independente de ser "boa" ou "má", e é algo que devemos evitar.
Se a adolescente possui televisão a cabo, aí mesmo é que ela pode ser influenciada ou iniciada diariamente na feitiçaria e no modo de vida da wicca (nome moderno da bruxaria). Há vários seriados onde as heroínas são bruxas adolescentes bonitas e agradáveis: Sabrina, Aprendiz de Feiticeira; Charmed; Buffy, a Caça-Vampiros, entre outros.
"Ser bruxa é chique e legal", fantasiam nossas adolescentes após assistirem tais seriados. Muitas vezes querem imitá-las, procuram mudar de identidade para serem mais aceitas pela sua turma, entusiasmam-se e passam a ler mais e a estudar com afinco sobre a wicca. Ninguém precisa mais caçar bruxas, elas estão na nossa vizinhança e, às vezes, na nossa própria família. Muitas crianças estão cegas e sendo iniciadas prematuramente no paganismo através de filmes, jogos, modas, TV, internet e muitos livros de incentivo à bruxaria.
Conclusão
Satanás é um vampiro da psique humana. Ele nos seduz, ilude e depois mata. Na Bíblia Sagrada, feitiçaria é uma espiritualidade associada às obras da carne e jamais à vida no Espírito. Lemos: "não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam" (Gálatas 5.20-21).
Portanto, é das mentes dos nossos adolescentes que o inimigo quer se apossar. O Diabo quer desestabilizar a lucidez espiritual dos nossos jovens e plantar nas mentes mais frágeis o interesse, ainda que aparentemente ingênuo, pela "chiquérrima" espiritualidade wiccana.
Assim sendo, cientes de que nossos filhos podem estar sendo indiretamente aprendizes de feiticeiros e que estamos vendo uma nova geração de cananeus chiques surgindo no planeta, não temos tempo a perder!
Inculquemos nas nossas mentes e nas dos nossos filhos o amor genuíno por Deus e, "finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe os vosso pensamento" (Filipenses 4.8).

O quarto Animal

Obs. copiei esse artigo do blog: http://apocalipsetotal.blogspot.com/

O quarto Animal
Depois disto eu continuei olhando nas visões da noite, e eis aqui o quarto animal, terrível e espantoso, e muito forte, o qual tinha dentes grandes de ferro; ele devorava e fazia em pedaços, e pisava aos pés o que sobejava; era diferente de todos os animais que apareceram antes dele, e tinha dez chifres. (Daniel 7 : 7).
Sobre esse “estupendo” animal, o então deputado Luiz GUSHIKEN (PT-SP) pronunciou o seguinte elogio em um discurso em Brasília: “...esta Casa se enalteceu ao promover sessão solene de homenagem ao Centenário da Ascensão de Bahá’u’lláh, fundador da Fé Bahá’í(...) Decorre desse princípio a arquitetura do mais grandioso projeto político jamais imaginado pelo homem: uma instituição mundial, que com seus poderes Executivo, Legislativo, Judiciário e Militar...”O poder militar da nova ordem mundial de Baha’u’llah será formado por um força internacional submissa a um Executivo Internacional (O Anticristo) que exercerá sua autoridade suprema e inquestionável. Esse terá o poder de devastar qualquer país que se opor ao seu governo totalitário e matar todos os cristãos de forma cruel e covarde, mas o seu governo será visto como um sistema cooperativista pelas pessoas que não conhecem o verdadeiro DEUS. O governo mundial ainda não surgiu, mas ele está sempre operante (II Tessalonicenses 2 : 7). Compete ao Conselho de Segurança da ONU ir destruindo países como: Haiti, Iraque e Afeganistão até a chegada da nova ordem mundial de Baha’u’llah.São as cinco nações do conselho de segurança que decidem quem tem o direito de viver ou não. Mas elas não decidem tudo sozinhas. É necessário que o número de Bahá (9) esteja presente em todas as esferas do governo. A solução provisória deixada por Shoggi Effendi (neto de Baha’u’llah) foi a criação de um artigo complementar na Carta das Nações Unidas. Esse encargo ficou por conta da comunidade Bahá’i :

O Artigo 27 da Carta das Nações Unidas diz o seguinte:1. Cada membro do Conselho de Segurança terá um voto.2. As decisões do conselho de Segurança, em questões processuais, serão tomadas pelo voto afirmativo de nove Membros.

Essa é uma forma provisória de ir destruindo povos e nações até que a nova ordem mundial de Baha’u’llah formalize a entrada de mais 4 membros no conselho. A distribuição do número 9 em todas as esferas do governo mundial é uma forma de satanás tentar enganar a maior parte dos cristãos. Isolando o Anticristo do grupo, muitos cristãos não vão acreditar que essa forma de governo que está por vir é a besta de 10 chifres. Os 10 chifres devem ser distribuídos em número de Bahá de acordo com a figura ao lado: Outra importante função do quarto animal é provocar intrigas e maquinações entre as nações participantes. Somente dessa forma o governo mundial devastará a Babilônia Americana (ou a Mulher sentada na Besta) por ordem do Anticristo. Dessa forma o Anticristo poderá julgar as nações não se envolvendo diretamente com elas.O Quarto animal descrito no Alcorão.

Obs.: Talvez para alguns cristãos que não conheçam o Alcorão isso pode parecer um pouco estranho. Mas o importante aqui é mostrar que todas as religiões pagãs encaixam-se nas profecias de Baha’u’llahO quarto animal também aparece nas suras do Alcorão, mas como uma forma de governo que trará a paz. Ela é chamada de “As 27 letras dos viventes”, onde até os dias de Hoje somente duas letras foram reveladas. O Quarto animal descrito pelo profeta Daniel também faz parte dessas letras.
A figura ao lado representa os 27 viventes da fé islâmica e Bahá’i. O número 27 foi divido na proporção nove ( 9 + 9 + 9) para que todos fiquem em uma esfera de Bahá. Dessa forma temos a tríade 999. Esse é o conhecimento que jamais há de mudar do qual Baha’u’llah descreve em seu kitáb-i-aqdas.
K-29. Diz: Este é aquele conhecimento oculto que jamais há de mudar, pois inicia-se com o nove, o símbolo que representa o Nome oculto e manifesto, inviolável e inacessivelmente excelso.
As duas letras viventes reveladas também representam a divisão do Islã (Shiitas e Sunnitas). Como o Islã se dividiu em dois grupos principais, existem duas formas de se chegar as 25 letras restantes que são:

1) A primeira fórmula: Os 12 Imames considerados pelos shiitas duodécimanos + os 5 califas Sunnitas. Dessa forma temos o total de 17 letras reveladas. As 10 restantes são a besta de 10 chifres. O que ficaria da seguinte forma:27 Viventes = 12 Imanes + 5 Califas + A besta de 10 chifres

2) A segunda fórmula: O Adevento do Q’áin (que é o eclipse do sol e a lua) aguardado pelo Islã (que é a revelação dos sinais de Baha'u'llah e do Bab) representa a união entre Shiitas e Sunnitas (as duas letras viventes) que será concretizada no Monte Carmelo. Dessa forma restam 25 à serem reveladas que são:

a) O parlamento das religiões = 9

b) Os nove mestres eleitos do Anticristo =9

c) O Anticristo (1) e a Besta de 2 chifres = 3

d) A besta do Abismo (Baha’u’lla) = 1

e) E os três demônios semelhantes a espíritos de rãs = 3

E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta vi sair três espíritos imundos, semelhantes a rãs. (Apocalipse 16 : 13)
Obs. O Falso profeta é um dos nove membros do futuro parlamento das religiões.
Dessa forma temos: A + B + C + D + E = 259 + 9 + 3 + 1 + 3 = 25

Segundo a tradição islâmica deixada por Muhammad, o prometido entrará no plano de Akká (onde se localiza o santuário de Baha’u’llah) e lá se reunirão com todos os 25 viventes relacionados acima. Essa revelação é totalmente proibida pelo Alcorão e pelas escrituras Baha’is, mas isso serve para que essas seitas vejam a superioridade infinita da Bíblia e dos ensinamentos do Senhor Jesus.Nada há encoberto que não venha a ser revelado; e oculto que não venha a ser conhecido (Lucas 12 : 2)
Os 12 Imames duodécimanos Shiitas1. 'Alí-ibn-i-Abí-Tálib (600-661), primo e primeiro discípulo do Profeta, assassinado por Ibn-i-Muljam em Kúfih.

2. Hasan (626-670), filho de 'Alí e Fátimih - filha do Profeta - envenenado por ordem de Mu'ávíyih I.

3. Husayn (627-680), filho de 'Alí e Fátimih morto em Karbilá .

4. 'Alí-ibn-Husayn (661-718), filho de Husayn e Sháhribánú (filha de Yazdigird, último rei da dinastia Sassânida da Pérsia, geralmente chamado Imame Zaynu'l-'Abidín, envenenado por Valíd.

5. Muhammad-Báqir (676-732), filho do acima mencionado Zaynu'l-'Ábidín e sua prima Umm-i-'Abdu'lláh, filha do Imame Hasan, envenenado por Ibrahim ibn-i-Valíd.

6. Ja'far-i-Sádiq (703-758), filho do Imame Muhammad-Báqir, envenenado por ordem de Mansúr, o Califa 'Abbásida.

7. Músá-Kázim (745-790), filho do Imame Ja'far-i-Sádiq, envenenado por ordem de Hárúnu'r-Rashíd.

8. 'Alí-ibn-i-Músa'r-Ridá (765-818), geralmente chamado Imame Ridá, envenenado próximo de Tús, em Khurásán, por ordem do Califa Ma'mún e sepultado em Mashhad.

9. Muhammad-Taqí,(810-833) filho do Imame Ridá e envenenado pelo Califa Mu'tasim em Bagdá.

10. 'Alí-Naqí,(829-870) filho do Imame Muhammad-Taqí e envenenado em Surra-man-Ra'á.

11. Hasan-i-Askarí, (847- 875) filho do Imame 'Alí-Naqí e foi envenenado durante o califado de Al-Muutamed.

12. Muhammad,(868-940)Os 5 califas Sunitas 1º Califa - Abu Bakr foi a terceira pessoa a aceitar o Islã. (632 a 634 a..d). 2º Califa - ‘Umar Abu Ubayda (634 a 644 a.d.). 3º Califa - ‘Uthmãn (644 a 656 a.d.). 4º Califa - ‘Ali Ibn-i-Abi-Talib (656 a 661 a.d). Considerado pelos shiitas como o 1º Imame.5º Califa - Mu’ãwiya I (680 a.d.).

sábado, 18 de outubro de 2008

Senador americano processa Deus por estragos

Leia abaixo o que a degradação da sociedade humana é capaz de fazer....que insanidade....onde iremos parar????


Senador americano processa Deus por estragos
Um senador americano do Estado de Nebrasca está processando Deus por causar inumeráveis mortes e horror, além de ameaças terroristas. Ernie Chambers, furioso por outro processo que considera frívolo, diz que quer mostrar que qualquer um pode processar quem queira nos Estados Unidos.
» Deus é processador por quebrar contrato» Americano é preso por tentar sacar cheque assinado por Deus» Americanos buscam Deus pelo celular
Chambers diz em seu processo que Deus fez ameaças terroristas contra ele e seus eleitores, causou medo e provocou "ampla mortandade, destruição e aterrorização de milhões de habitantes da Terra".
O senador, que costuma escapar das orações matinais das sessões legislativas e já fez críticas a cristãos, também afirma que Deus causou "apavorantes enchentes, horríveis furacões e terríveis tornados".
Chambers diz que sua ação foi provocada por um processo federal contra juiz que barrou palavras como "estupro" e "vítima" em julgamento sobre ataque sexual. O réu no caso, Tory Bowen, processou o juiz Jeffre Cheuvront alegando que ele violou seus direitos de livre discurso.

domingo, 12 de outubro de 2008

Rapaz de 19 anos aparece vivo após ser ‘enterrado’ em SC

Um rapaz de 19 anos reaparece duas horas depois de ser "enterrado" na cidade de Jaraguá do Sul (SC), nesta terça-feira (7). Gabriel Birr foi dado como morto no sábado (4) e ainda teve o corpo reconhecido pela própria mãe, Lídia Krischonski, 39 anos, nesta segunda-feira (6). O corpo sepultado permanece sem identificação, segundo o Instituto de Medicina Legal (IML) da cidade. Gabriel disse ao G1 que soube de seu sepultamento ao ouvir uma rádio da cidade. “Fiquei assustado, porque eu estava vivo. Fiquei com receio de sair na rua e alguém achar que estava usando o documento de um morto e ter problemas por aí.” Ele afirmou ainda que saiu para ver se encontrava logo algum conhecido para explicar que ele estava vivo. “Felizmente eu achei uma vizinha e pedi para ela avisar minha família que estava vivo. Logo em seguida, encontrei um primo e fomos falar com minha mãe.” O rapaz disse que nunca imaginou que poderia ter sido confundido com um morto. “Olha, foi uma felicidade, uma emoção muito grande reencontrar minha mãe. Ela ficou bem aliviada e eu também.”
Corpo errado
O drama da família começou no sábado, quando o corpo de um jovem foi encontrado em um terreno atrás do parque da cidade. “A gente tinha dúvidas de que era ele (Gabriel) mesmo. Eu mesma não reconheci o corpo como sendo dele, mas a mãe fez o reconhecimento, então, tratamos de enterra-lo”, disse a madrinha de Gabriel, Relindes Henklein Zapella, 57 anos. Segundo ela, o enterro do afilhado foi realizado às 8h30 desta terça-feira. “Nem tínhamos saído direito do cemitério e tivemos a feliz notícia de que tinham encontrado o Gabriel vivo. De início, ninguém sabia o que fazer. Só acreditamos quando o encontramos”, disse Relindes. A madrinha afirmou que Gabriel tinha saído de casa havia seis meses, por dificuldades de relacionamento com padrasto. “Ficamos sem notícias dele desde essa época. No sábado, quando soubemos que o corpo encontrado poderia ser o dele, esperamos até domingo para saber se ele votaria. Se não fosse votar, o corpo seria dele mesmo. E ele não foi votar”, lembrou Relindes.
Sol e praia
Gabriel disse que não foi votar porque não teve vontade. “Fiquei esses seis meses fora de casa e trabalhei em uma campanha política, mas o candidato não se elegeu”, afirmou o jovem. Depois da confusão envolvendo sua vida, Gabriel disse que vai passar uns dias na praia. “Vou descansar um pouco e aproveitar o sol que está fazendo por aqui. Depois, acho que vou ficar um tempo na casa de minha madrinha”, disse ele
.

Boneca é acusada de passar mensagens satânicas


Uma boneca vendida nos Estados Unidos está sendo acusada por um grupo de pais de passar mensagens satânicas e islâmicas às crianças. A boneca "Little Mommy Real Loving Baby Cuddle and Coo" emite sons que deveriam parecer uma criança que não sabe falar, mas alguns pais dizem poder ouvi-la dizendo "Satan is king" (Satã é rei) e "Islam is the light." (islã é a luz). Segundo uma reportagem da rede de TV norte-americana KJRH, de Oklahoma, não há nenhuma indicação na caixa da boneca dizendo haver relação com o islamismo. As reclamações dos pais fizeram com que algumas lojas parassem de vender o brinquedo.
Segundo um comunicado da fabricante da boneca, a única palavra que ela realmente fala é “mama”, e todos os outros sons não querem dizer nada. A empresa diz que a baixa qualidade da caixa de som usada na boneca pode fazer com que os sons saiam confusos, o que permite uma interpretação equivocada.

sábado, 11 de outubro de 2008

QUANDO SE ACREDITA NA MENTIRA

Hans Meiser, apresentador de televisão alemão, experimentado nos negócios televisivos, concluiu: "Quem leva a televisão a sério está perdido."
Com esta declaração, Hans Meiser, talvez sem o querer, acertou o cerne da questão. Quem acredita na mentira, de fato já está perdido.
Vemos isso quando os primeiros seres humanos caíram em pecado no Paraíso. Eva deu ouvidos à mentira de Satanás: "É assim que Deus disse...?" (Gn 3.1). "É certo que não morrereis" (v.4). O resultado foi que, tanto ela quanto seu marido se perderam no mesmo instante em que deram ouvidos à mentira de Satanás e transgrediram o mandamento de Deus. Eles, com isso, viraram as costas para a verdade divina, comeram o fruto proibido, saíram da comunhão com Deus, tiveram de deixar o Paraíso e a morte passou a governar a vida.
Desde então nada mudou no nosso mundo. O homem acredita mais na mentira do que na verdade que vem de Deus. Quantas mentiras são espalhadas pelos meios de comunicação e até pelos livros escolares. As teorias mais malucas podem ser propagadas, e encontram adeptos em todos os lugares. E, apesar disso, o homem ainda pensa que é inteligente, moderno, "in", acha que está acompanhando os acontecimentos de maneira racional.
Tomemos, por exemplo, a teoria da evolução. Na fábula do sapo que vira príncipe, todos estão cônscios de que se trata de um conto de fadas. Ninguém chegaria a pensar em levar a sério essa história. Mas com a teoria da evolução é mais ou menos assim: acredita-se que o ser humano tenha surgido de outros seres inferiores e que o mundo tenha surgido de uma explosão inicial, e assim por diante. Mas ao contrário da história do sapo que vira príncipe, acredita-se piamente na teoria da evolução e ela é defendida com veemência.
A fé em um Senhor vivo, em um Deus criador, é considerada antiquada e atrasada.
Aqui se levanta a questão: o que requer fé maior, crer na teoria da evolução, que diz que tudo surgiu por acaso, ou crer que um Deus criador fez todas as coisas? Na verdade, tudo neste mundo nos leva a concluir que não pode existir um acaso tão grande como quer dizer a teoria da evolução. Por exemplo, sabe-se hoje que os enormes períodos de tempo, necessários à evolução, produzem o contrário de desenvolvimento e evolução. O aumento de entropia (medida da quantidade de desordem de um sistema) produz a destruição da ordem. Quanto mais tempo houver à disposição, mais fortes serão as marcas da desintegração. Cientistas criacionistas também afirmam que, se a vida pudesse surgir por acaso, isso poderia ser demonstrado através de experiências e cálculos. O surgimento de vida deveria ser repetido em laboratório, mas nada disso aconteceu até hoje.
Até do homem de Neandertal, que há alguns anos era considerado intermediário entre homem e macaco, afirma-se agora que se ele tomasse banho, se barbeasse e andasse vestido de maneira moderna, não se diferenciaria muito dos homens de hoje. Em um supermercado não se notaria a diferença entre ele e uma pessoa que vive no tempo de hoje.
Apesar de todas as pesquisas reais e sérias indicarem que houve uma criação, acredita-se mais facilmente no conto do sapo que vira príncipe do que na verdade que vem de Deus, do qual está escrito:
–"Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das cousas que foram criadas. Tais homens são por isso indesculpáveis" (Rm 1.20).
–Pela fé entendemos que foi o universo formado pela palavra de Deus, de maneira que o visível veio a existir das cousas que não aparecem" (Hb 11.3).
A seguinte história pode mostrar a diferença entre verdade e mentira:
"Certa vez a verdade e a mentira foram passear juntas. Passaram perto de um belo lago, e o dia estava quente. A mentira falou à verdade: ‘Venha, vamos nadar juntas, está um dia tão bonito.’ A verdade respondeu: ‘Sim, vamos nadar.’ Ambas se despiram, e a verdade pulou na água antes da mentira; a mentira ficou fora da água, pegou as roupas da verdade e sumiu. Desde então, a mentira anda por aí com as roupas da verdade, mas a verdade é considerada mentira."

OS 10 CHIFRES SE APROXIMAM

OS 10 CHIFRES SE APROXIMAM

A perda da hegemonia americana, algo impensado há 25 anos, hoje já é defendida por muitos. Temos visto provas disso nas notícias que nos tem chegado. A economia americana cambaleia e a sua situação pode ser mais grave do que é noticiado.
Em meados deste mês, o furacão Ike causou danos a vários oleodutos e plataformas petroleiras dos EUA no Golfo do México, onde estão 22% da capacidade produtiva americana. Ficamos pensando o quão tênue é o “equilíbrio” no qual se mantém a economia global atual... Qualquer cataclismo de grande porte poderá causar um verdadeiro colapso, propiciando a instauração da Nova Ordem Mundial.
A verdade é que as grandes potências, como temos expressado aqui, estão se colocando estrategicamente para ter o controle, a qualquer momento, das principais jazidas de petróleo. Os EUA já fizeram isso com O Iraque e o Afeganistão. A Rússia, que já tem como aliado o segundo maior produtor de petróleo do mundo (Irã), tentará em breve o controle do Oriente Médio, através de uma invasão nunca antes vista (Ezequiel 38 e 39). A escalada entre EUA e Rússia cresce a cada dia, pois são duas grandes potências que já estão disputando os poucos recursos naturais que ainda restam. Recentemente, Sarah Palin, vice na chapa do republicano John McCain à Casa Branca, afirmou em entrevista à rede de TV ABC que as ações de Moscou em agosto contra a Geórgia "são inaceitáveis" e não descartou um ataque ao país para defender o aliado no Cáucaso. Essas declarações seriam impensadas há 10 ou 15 anos, época em que a Rússia, recém saída da derrocada da União Soviética, interagia em harmonia com o Ocidente.
Mais uma amostra de como as grandes potências já estão se preparando para agir... No dia 20/09 a agência argentina de notícias IAR, publicou que o presidente brasileiro, Luiz Inácio da Silva, advertiu que a 4ª Frota Naval dos EUA está “muito próxima” das novas jazidas de petróleo no território marítimo brasileiro, jazidas conhecidas como “pré-sal”. Essa não é a primeira vez que o presidente brasileiro adverte sobre a presença de tropas navais americanas naquela região. Vários navios de guerra da Marinha brasileira foram enviados para patrulhar a região.
Isso nos mostra cada vez mais que o atual cenário geopolítico está com os dias contados e que, num futuro imediato, haverá um reordenamento global. A Palavra de Deus nos mostra que 10 chifres (países) darão sua autoridade, em determinado momento, ao anticristo (Apocalipse 17:12-14). Esses 10 chifres serão formados quando o atual “equilíbrio” geopolítico mundial ruir. OS 10 chifres já estão na iminência de aparecer. É bem provável que o Brasil seja um deles...
Leia isso:
Itália propõe mais países e mudanças no G7

sábado, 11 de outubro de 2008 16:54 BRT

WASHINGTON (Reuters) - A Itália irá propor a expansão do G7, que hoje reúne os sete países mais ricos do mundo, e também a concessão de novos e diferentes papéis ao Fundo Monetário Internacional (FMI) e ao Banco Mundial, disse o ministro da Economia italiano, Giulio Tremonti, neste sábado.
Ao falar a jornalistas na embaixada italiana na capital dos EUA, Tremonti disse que o estabelecimento de reformas radicais de regulação do mercado devem incluir uma discussão sobre a abolição dos fundos de hedge. A Itália irá assumir a presidência rotativa do G7 em janeiro. Tremonti enfatizou as suas idéias ao G20, que inclui também economias emergentes, anteriormente neste sábado.
"Nós propomos ir além da linha de trabalho do G7 para adotar uma estrutura mais ampla", disse ele. Ele não sugeriu como ou quantos novos países devem entrar no grupo exclusivo das nações mais ricas, dizendo que por enquanto ele estavam chamando o grupo de GX.
Tremonti disse que a Itália irá propor que o FMI e o Banco Mundial "podem ser usados para diferentes propósitos", e devem receber novas tarefas para complementar aquelas que já tem atualmente.
Tremonti falou em diversas ocasiões da necessidade da "remodelagem do (acordo de) Bretton Woods", que estabeleceu a estrutura financeira global do mundo após a Segunda Guerra Mundial.
A reconstituição das regras do mercado financeiro global deve objetivar "partes totalmente malucas, como os fundos de hedge, que não têm nada a ver com capitalismo."
Quando perguntado se ele estava sugerindo que os funds devem ser banidos, ele disse que "nós temos que iniciar uma discussão sobre o assunto".

sábado, 4 de outubro de 2008

O que a Bíblia ensina acerca do aborto?


O que a Bíblia ensina acerca do aborto?
No Antigo Testamento, a Bíblia se utiliza das mesmas palavras hebraicas para descrever os ainda não nascidos, os bebês e as crianças. No Novo Testamento, o grego se utiliza, também, das mesmas palavras para descrever crianças ainda não nascidas, os bebês e as crianças, o que indica uma continuidade desde a concepção à fase de criança, e daí até a idade adulta.
A palavra grega brephos é empregada com freqüência para os recém-nascidos, para os bebês e para as crianças mais velhas (Lucas 2.12,16; 18.15; 1 Pedro 2.2). Em Atos 7.19, por exemplo, brephos refere-se às crianças mortas por ordem de Faraó. Mas em Lucas 1.41,44 a mesma palavra é empregada referindo-se a João Batista, enquanto ainda não havia nascido, estando no ventre de sua mãe.
Aos olhos de Deus ele era indistinguível com relação a outras crianças. O escritor bíblico também nos informa que João Batista foi cheio do Espírito Santo enquanto ainda se encontrava no ventre materno, indicando, com isso, o inconfundível ser (Lucas 1.15). Mesmo três meses antes de nascer, João conseguia fazer um miraculoso reconhecimento de Jesus, já presente no ventre de Maria (Lucas 1.44).
Com base nisso, encontramos a palavra grega huios significando "filho", utilizada em Lucas 1.36, descrevendo a existência de João Batista no ventre materno, antes de seu nascimento (seis meses antes, para ser preciso).
A palavra hebraica yeled é usada normalmente para se referir a filhos (ou seja, uma criança, um menino etc.). Mas, em Êxodo 21.22, é utilizada para se referir a um filho no ventre. Em Gênesis 25.22 a palavra yeladim (filhos) é usada para se referir aos filhos de Rebeca que se empurravam enquanto ainda no ventre materno. Em Jó 3.3, Jó usa a palavra geber para descrever sua concepção: "Foi concebido um homem! [literalmente, foi concebida uma criança homem]". Mas a palavra geber é um substantivo hebraico normalmente utilizado para traduzir a idéia de um "homem", um "macho" ou ainda um "marido". Em Jó 3.11-16, Jó equipara a criança ainda não nascida ("crianças que nunca viram a luz") com reis, conselheiros e príncipes.
Todos esses textos bíblicos e muitos outros indicam que Deus não faz distinção entre vida em potencial e vida real, ou em delinear estágios do ser – ou seja, entre uma criança ainda não nascida no ventre materno em qualquer que seja o estágio e um recém-nascido ou uma criança. As Escrituras pressupõem reiteradamente a continuidade de uma pessoa, desde a concepção até o ser adulto. Aliás, não há qualquer palavra especial utilizada exclusivamente para descrever o ainda não nascido que permita distingui-lo de um recém-nascido, no tocante a ser e com referência a seu valor pessoal.
E ainda, o próprio Deus se relaciona com pessoas ainda não nascidas. No Salmo 139.16, o salmista diz com referência a Deus: "Os teus olhos me viram a substância ainda informe". O autor se utiliza da palavra golem, traduzida como "substância", para descrever-se a si mesmo enquanto ainda no ventre materno. Ele se utiliza desse termo para se referir ao cuidado pessoal de Deus por ele mesmo durante a primeira parte de seu estado embrionário (desde a nidação até as primeiras semanas de vida), o estado antes do feto estar fisicamente "formado" numa miniatura de ser humano. Sabemos hoje que o embrião é "informe" durante apenas quatro ou cinco semanas. Em outras palavras, mesmo na fase de gestação da "substância ainda informe" (0-4 semanas), Deus diz que Ele se importa com a criança e a está moldando (Salmo 139.13-16).
Outros textos da Bíblia também indicam que Deus se relaciona com o feto como pessoa. Jó 31.15 diz: "Aquele que me formou no ventre materno, não os fez também a eles? Ou não é o mesmo que nos formou na madre?"
Em Jó 10.8,11 lemos: "As tuas mãos me plasmaram e me aperfeiçoaram... De pele e carne me vestiste e de ossos e tendões me entreteceste".
O Salmo 78.5-6 revela o cuidado de Deus com os "filhos que ainda hão de nascer".
O Salmo 139.13-16 afirma: "Pois tu formaste o meu interior, tu me teceste no seio de minha mãe. Graças te dou, visto que por modo assombrosamente maravilhoso me formaste... Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui formado, e entretecido como nas profundezas da terra. Os teus olhos me viram a substância ainda informe".
Esses textos bíblicos revelam os pronomes pessoais que são utilizados para descrever o relacionamento entre Deus e os que estão no ventre materno.
Esses versículos e outros (Jeremias 1.5; Gálatas 1.15, 16; Isaías 49.1,5) demonstram que Deus enxerga os que ainda não nasceram e se encontram no ventre materno como pessoas. Não há outra conclusão possível. Precisamos concordar com o teólogo John Frame: "Não há nada nas Escrituras que possa sugerir, ainda que remotamente, que uma criança ainda não nascida seja qualquer coisa menos que uma pessoa humana, a partir do momento da concepção".[1]
À luz do acima exposto, precisamos concluir que esses textos das Escrituras demonstram que a vida humana pertence a Deus, e não a nós, e que, por isso, proíbem o aborto. A Bíblia ensina que, em última análise, as pessoas pertencem a Deus porque todos os homens foram criados por Ele.
E se você já fez um aborto?
Você já fez um aborto? Onde quer que se encontre, queremos que você saiba que o perdão genuíno e a paz interior são possíveis, e que uma verdadeira libertação do passado pode ser experimentada.
Deus é um Deus perdoador:
"Porém tu [és]... Deus perdoador, clemente e misericordioso, tardio em irar-te, e grande em bondade" (Neemias 9.17b).
"Pois tu, SENHOR, és bom e compassivo; abundante em benignidade para com todos os que te invocam" (Salmo 86.5).
Aliás, Deus não apenas perdoa, Ele, de fato, "esquece":
"Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim, e dos teus pecados não me lembro" (Isaías 43.25).
Você poderá encontrar perdão agora mesmo simplesmente colocando sua confiança em Jesus Cristo. Você pode confiar nEle, virando as costas para os caminhos que você tem seguido, reconhecendo e confessando seus pecados a Ele, e voltando-se para Cristo com a confiança de que através do Seu poder, Ele haverá de lhe conceder perdão e uma nova vida. Se você deseja ter seus pecados perdoados, se deseja estar livre da culpa, se quer ter nova vida em Cristo, se quer conhecer a Deus, e se você sabe que é amada por Ele, sugerimos a seguinte oração:
Querido Deus, eu confesso o meu pecado. Meu aborto foi coisa errada e eu agora venho à Tua presença em busca de perdão e de purificação. Peço que não apenas me perdoes esse pecado, mas que me perdoes todos os pecados de minha vida. Eu aceito que Jesus Cristo é Deus, que Ele morreu na cruz para pagar a penalidade pelos meus pecados, que ressuscitou ao terceiro dia, e que está vivo hoje. Eu O recebo agora como meu Senhor e Salvador. Eu agora aceito o perdão que Tu providenciaste gratuitamente na cruz e que me prometeste na Bíblia. Torna o teu perdão real para mim. Eu peço isso em nome de Jesus. Amém.

GUERRA NO ORIENTE MÉDIO


Os livros proféticos da Bíblia mostram com muita clareza que no futuro haverá guerras destruidoras. Os acontecimentos no Oriente Médio assumem proporções cada vez mais assustadoras. Percebe-se que nos aproximamos do Apocalipse vindouro.
Em Mateus 24.7-8 o Senhor Jesus profetizou: “Porquanto se levantará nação contra nação, reino contra reino, e haverá fomes e terremotos em vários lugares; porém tudo isto é o princípio das dores” (Mateus 24.7-8).
As ameaças públicas do presidente iraniano de riscar Israel do mapa, juntamente com suas intenções de produzir bombas atômicas, que poderão ser lançadas sobre o Estado judeu através de mísseis, cujo alcance inclui até mesmo partes da Europa, são assustadoras. Também o presidente da Síria, Bashar el-Assad, não descarta uma guerra com Israel e, segundo declarações próprias, prepara-se para essa situação: “Contamos com uma agressão israelense. Todos sabem que Israel é militarmente poderoso e apoiado diretamente pelos Estados Unidos. Qualquer um defenderia seu país caso seja ameaçado por um ataque”, afirmou Assad. “Devemos estar sempre preparados”.
Ao mesmo tempo, a Rússia fornece mísseis antiaéreos ao Irã e está reequipando militarmente a Síria. O ministro da Defesa russo, Sergei Ivanov, tentou amenizar essa realidade dizendo que as armas russas entregues ao Irã são destinadas apenas para a defesa do país.
O Departamento de Defesa dos EUA ordenou a diversos navios, já há meses, que se mantivessem diante das águas iranianas. Segundo diversos observadores, a presença do porta-aviões “USS Enterprise” entre esses navios indica a possibilidade de que logo haverá uma guerra com o Irã.
“Armagedom”, a luta final dos povos, ganha cada vez mais atualidade através da situação ameaçadora no Irã. O programa nuclear iraniano avança a pleno vapor e as ameaças a Israel são altas demais para serem desconsideradas.
Com relação ao Irã, o analista Charles Krauthammer teme até mesmo pela “sobrevivência da humanidade”. Ele escreveu na revista “Time”: “Se falharmos em evitar que esses fanáticos apocalípticos obtenham armas nucleares, não haverá mais retorno”. Além disso, ele afirma que os preparativos ideológicos para um ataque ao Irã são inquestionáveis.
A seguir, lemos o que Deus disse a respeito, através do Seu conhecimento antecipado dos eventos: “Palavra do Senhor que veio a Jeremias, o profeta, contra Elão, no princípio do reinado de Zedequias, rei de Judá, dizendo: Assim diz o Senhor dos Exércitos: Eis que eu quebrarei o arco de Elão, a fonte do seu poder. Trarei sobre Elão os quatro ventos dos quatro ângulos do céu e os espalharei na direção de todos estes ventos; e não haverá país aonde não venham os fugitivos de Elão. Farei tremer a Elão diante de seus inimigos e diante dos que procuram a sua morte; farei vir sobre os elamitas o mal, o brasume da minha ira, diz o Senhor; e enviarei após eles a espada, até que venha a consumi-los. Porei o meu trono em Elão e destruirei dali o rei e os príncipes, diz o Senhor. Nos últimos dias, mudarei a sorte de Elão, diz o Senhor” (Jeremias 49.34-39).
Elão está localizado no sudoeste do Irã e muitos analistas supõem que se trata da região em que são produzidos os mísseis para transporte de ogivas nucleares.
• Em minha opinião, as afirmações sobre Elão referem-se aos tempos finais, conforme mostra o último versículo: “Nos últimos dias, mudarei a sorte de Elão, diz o Senhor”. Aparentemente, Elão voltará a ter um papel importante “nos últimos dias”. O antigo Império Persa (Irã), que após sua queda permaneceu inativo durante milênios, será atingido “nos últimos dias” por um juízo, mas sua sorte será finalmente mudada. Parece que isso acontecerá nos tempos finais.
• “Eu quebrarei o arco de Elão, a fonte do seu poder” (v. 35). A Edição Almeida Corrigida Fiel diz: “o principal do seu poder”. Evidentemente, Deus fala através do Seu profeta usando expressões comuns daquela época. Sem dúvida, ao invés de “arco”, hoje poderíamos dizer “míssil”. Pois esse é, justamente, o “principal do poder” do Irã em nossos dias. Uma notícia dizia: “Mamouhd Ahmadinejad, o presidente do Irã, declarou que seu país tem capacidade nuclear. Ele se vangloria da tecnologia de enriquecimento de urânio e manda testar mísseis do tipo Kowsar (um dos rios do Paraíso segundo a descrição muçulmana – N.T.)”.
• “Trarei sobre Elão os quatro ventos dos quatro ângulos do céu” (v. 36). Os quatro ventos representam os quatro pontos cardeais e, portanto, o conjunto de todas as nações. Atualmente, é a comunidade mundial (a ONU) que está tratando do problema do armamento nuclear iraniano. Ainda não há concordância sobre qual deverá ser a forma de agir, mas isso poderá mudar rapidamente. Parece que ainda os quatro ventos estão sendo segurados, mas num momento eles serão soltos. Li a respeito: “O Ocidente não acredita em Ahmadinejad e também Moscou está ficando mais cética. Teerã, porém, ultrapassa os sinais de alerta, enfrentando o chefe da Comissão de Energia Nuclear... Atualmente, o Irã ameaça o equilíbrio e está se alçando à posição de potência nuclear agressiva. O Conselho de Segurança não poderá aceitar essa situação. Entretanto, mesmo que não haja concordância, a Europa e os EUA estarão em condições de aplicar medidas dolorosas. Uma coisa deve ficar clara para Teerã: o Ocidente não pode aceitar uma ameaça atômica”.4 Que a Rússia, por um lado, fornece mísseis antiaéreos ao Irã e, por outro lado, encara esse país com ceticismo, amplia as possibilidades de um ataque. Além disso, estão em jogo grandes somas de dinheiro!
No livro do profeta Daniel também aparecem esses “quatro ventos”: “Falou Daniel e disse: Eu estava olhando, durante a minha visão da noite, e eis que os quatro ventos do céu agitavam o mar Grande. Quatro animais, grandes, diferentes uns dos outros, subiam do mar” (Daniel 7.2-3). Esse texto refere-se aos quatro impérios dos animais, que se unirão no último império mundial e com o governante mundial anticristão (veja Ap 13). Vemos que Deus, o Senhor, continua detendo o controle de tudo, conforme diz Apocalipse 7.1: “Depois disto, vi quatro anjos em pé nos quatro cantos da terra, conservando seguros os quatro ventos da terra, para que nenhum vento soprasse sobre a terra, nem sobre o mar, nem sobre árvore alguma” (Apocalipse 7.1).
• No caso de um ataque ao Irã patrocinado pe la ONU, haveria um enorme fluxo de refugiados, de modo que “...não haverá país aonde não venham os fugitivos de Elão. Farei tremer a Elão diante de seus inimigos...” (vv. 36b-37a).
• Então o Senhor estabelecerá Seu trono em Elão e reinará. E, finalmente, a sorte de Elão será mudada, pois, onde o Senhor governa sempre ocorrem mudanças: “Porei o meu trono em Elão e destruirei dali o rei e os príncipes, diz o Senhor. Nos últimos dias, mudarei a sorte de Elão, diz o Senhor” (vv. 38-39).
Ninguém pode dizer com certeza em que período ocorrerá essa guerra e até onde ela se espalhará. É certo, porém, que, cedo ou tarde, também essa profecia bíblica se cumprirá. Deus, o Senhor, é poderoso: Ele segura firmemente o leme do “navio mundial” e dirá a última palavra. Certamente ouviremos cada vez mais sobre “guerras e rumores de guerras”, porque as ameaças entre os povos aumentarão constantemente. Por isso, “temos, assim, tanto mais confirmada a palavra profética, e fazeis bem em atendê-la, como a uma candeia que brilha em lugar tenebroso, até que o dia clareie e a estrela da alva nasça em vosso coração” (2 Pedro 1.19).

Postagem em destaque

Seita chinesa acredita que Jesus reencarnou em mulher

A Igreja do Deus Todo-Poderoso (IDTP) é uma religião que nasceu no início dos anos 90 na China, e crê que Jesus reencarnou em uma mulher ch...