sábado, 9 de outubro de 2010

SÍMBOLOS E MENSAGENS SUBLIMINARES DOS ILLUMINATI

SÍMBOLOS E MENSAGENS SUBLIMINARES DOS ILLUMINATI

Comunicação em sinais



Os iniciados da rede de sociedades secretas sempre tiveram um código de comunicação através de certas frases, palavras, apertos de mão engraçados e símbolos.

Tocha Iluminada
O símbolo mais usado deles é a tocha iluminada, que simboliza o conhecimento e o Sol. Quando um iniciado alcança um certo nível na pirâmide é dito que ele é iluminado, mais simbolismo da tocha iluminada. Um das histórias recorrentes no mundo antigo é a de um herói que toma o fogo (conhecimento) dos deuses e entrega às pessoas - às poucas pessoas escolhidas. Os Observadores (extraterrestres) chamados Azazel e Shemyaza estavam entre esses que deram conhecimento avançado aos humanos, de acordo com o Livro de Enoch.

Prometheus o Deus grego


O símbolo mais famoso destes Observadores é o deus grego Prometheus, que era dito ter emergido das Montanhas do Cáucaso. Em muitas formas, ele era um "personagem tipo Jesus" que morreu pelas pessoas.
No Rockefeller Center em Nova Iorque, há uma estátua de ouro de Prometheus (ouro, o metal solar dos deuses) e ele está segurando a luz, o fogo, de acordo com a lenda. Para os Rockefellers não é apenas uma estátua, é um símbolo da grande fraude em que eles estão envolvidos.


Estátua da Liberdade - Semiramis

A Estátua da Liberdade é outro símbolo da Irmandade que acentua o da tocha iluminada. A Estátua da Liberdade é de fato a Estátua de Liberdades - as liberdades perpetradas no povo americano pela Irmandade. Ela permanece lá em sua ilha na Baía de Nova Iorque segurando a sua tocha da liberdade e os americanos acreditam que ela é o símbolo da liberdade deles na "Terra do Livre". Nada poderia estar mais distante da verdade. A Estátua da Liberdade foi dada à Nova Iorque por Maçons franceses e uma estátua idêntica a ela fica em uma ilha no Rio Sena em Paris. Estas estátuas da liberdade são representações da Rainha Semiramis, de Isis e de outras mais, com os raios do Sol ao redor da cabeça dela. Os antigos simbolizavam o Sol deste modo. E elas não estão segurando a tocha da liberdade, mas a tocha dos iluminados: a Elite Reptiliana. A Estátua da Liberdade é um símbolo da Irmandade que diz: Nós controlamos este país e nós estamos lhe mostrando isso, mas você é estúpido demais para ver!

A assinatura da Irmandade


A tocha é a mais óbvia assinatura da Irmandade. Quando eles assassinaram o Presidente Kennedy em 1963, eles puseram uma tocha iluminada, a chama eterna que queima até hoje, na sepultura dele no Cemitério Arlington. Depois do assassinato em Dallas, os Maçons ergueram um obelisco no Dealey Plaza a algumas jardas do local onde Kennedy foi baleado. No topo eles colocaram uma representação da tocha iluminada.


O símbolo da Chama Eterna


Quando Diana, a Princesa de Gales, foi assassinada no túnel Pont de L Alma em Paris, o santuário para ela, onde as pessoas deixam flores, se tornou um grande símbolo de ouro da mesma chama eterna mantida pelas duas Estátuas da Liberdade, que fica bem em cima do túnel onde o carro dela bateu no 13º pilar. Apenas uma coincidência, nada com o que se preocupar! Na ilha onde é dito que ela foi enterrada, eles colocaram ainda outra representação de uma tocha iluminada.



Tocha Olímpica


A Irmandade pode estar querendo dizer que eles mataram Kennedy e Diana, mas a menos que você entenda o idioma simbólico deles, você não saberá disso. A tocha iluminada nos Jogos Olímpicos tem o mesmo significado.(Não considere isso uma coincidência.)

A Pirâmide
Outro símbolo fundamental da Irmandade é a pirâmide ou a pirâmide com o topo incompleto, faltando a última pedra.
Dealey Plaza

A planta das ruas do Dealey Plaza onde Kennedy foi assassinado tem a forma de uma pirâmide com o topo incompleto e Dealey na verdade quer dizer Linha da Deusa como em Dea (deusa) e ley (ley line).

Pirâmide dos Estados Unidos


A pirâmide com o topo incompleto, ou a pirâmide e o olho que tudo vê, é descrito mais conhecidamente no verso do Grande Selo dos Estados Unidos e na nota de um dólar. O olho que tudo vê é o olho de Hórus, Lúcifer, Satanás, qualquer nome que você queira usar.

O Olho de Hórus

De acordo com a lenda egípcia, Osíris foi assassinado por Set e Set foi morto por Hórus que perdeu um olho no processo, conseqüentemente o Olho de Hórus. O Maçom de 33º grau e presidente da Nobreza Negra, Franklin Delano Roosevelt, teve este símbolo imprimido na nota de um dólar desde 1933. O Olho de Hórus era um símbolo das sociedades secretas na Europa muito antes de qualquer um ter ouvido falar dos Estados Unidos e ele está inundado de simbolismo Maçônico e de simbolismo de sociedade secreta, derivado do mundo antigo.

O Grande Selo dos EUA
O número de estados na América no período da independência, 13, não era nenhuma coincidência. Treze, o sagrado doze e um, é um número místico antigo como nós vimos ao longo deste livro. Nos dois lados do Grande Selo você encontra 13 estrelas sobre a cabeça da águia. O lema E Pluribus Unum tem 13 letras, assim como Annuit Coeptis. A águia segura 13 folhas com 13 frutas em sua garra direita e 13 flechas na esquerda. Há 72 pedras (outro número místico) na pirâmide organizada em 13 filas. A águia evoluiu do símbolo da fênix, o sagrado pássaro do Sol dos antigos egípcios e fenícios e a versão americana Nativa é o thunderbird (pássaro trovão). Manly P. Hall, um historiador Maçônico, diz que o selo original incluía a fênix e é conhecido que uma proposta para o design do Grande Selo submetido por William Barton em 1782 incluía uma fênix sentada em um ninho de chamas.
Janus - O Deus de Duas Faces

O símbolo do Rito Escocês da Maçonaria é a águia de duas cabeças com uma cabeça olhando em ambas as direções - o símbolo do Nimrod Babilônico - e mais tarde conhecido como Janus, o Deus de duas cabeças (duas faces).
A Águia de Duas Cabeças
Este mesmo símbolo aparece em pelo menos dois retratos de George Washington. A águia é um símbolo da Irmandade amplamente usado e pode ser encontrado nos brasões de muitos países, inclusive no Egito, Líbia e Iraque. A águia de duas cabeças era um símbolo de grande importância para o Nazistas na Alemanha e aparece no design dos púlpitos e atris usados pela Igreja Cristã. Selos como o usado no Grande Selo dos Estados Unidos podem ser encontrados a pelo menos 4,000 AC no Egito, Babilônia, Assíria e Índia. Nossos velhos amigos, em outras palavras. O primeiro selo Real inglês foi o de Edward "O Confessor" que regeu entre 1042 e 1066. Este se tornou um modelo para todos os futuros selos britânicos e americanos.
1776

As palavras latinas acima e embaixo da pirâmide no Grande Selo/Nota de 1 dólar anunciam a chegada de uma nova ordem secular. A Nova Ordem Mundial é o nome interno para a Agenda da Irmandade e George Bush usou esse termo abundantemente quando ele era o presidente. A data escrita em latim no fundo da pirâmide, 1776, é pensada, compreensivelmente, ser relacionada à Declaração Americana de Independência naquele ano. Mas algo mais aconteceu no dia 1 de maio (uma data amada pelos Satanistas) naquele mesmo ano de 1776. Uma filial muito significativa na rede da Irmandade foi lançada oficialmente, chamada de Bavarian Illuminati (Illuminati da Bavária) pelo professor alemão, Adam Weishaupt.

Illuminati da Bavária

Adam Weishaupt usou a sua Illuminati para se infiltrar ainda mais na Maçonaria. Weishaupt foi treinado como um Jesuíta, a Sociedade de Jesus. O fundador dos Jesuítas, o espanhol Ignatius Loyola, formou uma sociedade secreta dentro desta aparentemente ordem católica e os iniciados eram chamados de os Alumbrados, os iluminados. Weishaupt criou 13 graus de iniciação na Illuminati dele (igual ao número de níveis na pirâmide do Grande Selo) e o pessoal chave seria encontrado nos nove maiores graus. Muitas pessoas confundem a Illuminati (a rede que existe há milhares de anos) com a Bavarian Illuminati, que é somente uma importante sociedade secreta dentro da rede.
A Inteligência Britânica

A Pirâmide e o Olho que Tudo Vê também é usado como o símbolo de MI5, parte da Inteligência britânica. Isso não me surpreende pois a Inteligência britânica é um centro da rede de inteligência da Illuminati.
O OBELISCO E A CÚPULA
O obelisco e a cúpula são visões comuns nos monumentos e edifícios da Irmandade. O obelisco é um símbolo fálico antigo da energia masculina e da energia solar e a cúpula representa a fêmea ou a energia da Lua. Freqüentemente eles são colocados juntos ou perto um do outro. No Egito antigo, o obelisco, cúpula, e a estrela de cinco pontas juntas eram o símbolo deles para a estrela, Sírius.

A Agulha de Cleópatra

O obelisco também simboliza o pênis do deus Sol egípcio, Osíris. De acordo com a lenda, depois que Osiris foi cortado em pedaços pelo o seu rival, Set, a Rainha Ísis achou todos os pedaços exceto o pênis dele. O Shaman Zulu e historiador oficial, Credo Mutwa, detalha uma história similar presente em lendas africanas relacionada ao pênis do chefe dos Chitauri Reptilianos. Um obelisco que é alegado ter vindo de Alexandria no Egito permanece no Central Park, Nova Iorque, e seu gêmeo foi erguido no século 19, durante o reinado da Rainha Victoria, nas antigas terras dos Templários ao longo do Rio Thames não muito longe das Casas do Parlamento. É conhecido como a Agulha de Cleópatra e originalmente estava em Heliópolis, a Cidade egípcia do Sol, desde pelo menos 1500 AC, até ser movido para Alexandria.

Sir Christopher Wren


Dê uma olhada ao redor das principais cidades da Irmandade e você descobrirá que eles têm pelo menos um edifício importante em forma de cúpula. Na Cidade de Londres você tem a Catedral de São Paulo projetada pelo o iniciado Sir Christopher Wren depois de o Grande Fogo de Londres ter destruído a cidade original. Uma Catedral idêntica à de São Paulo encontra-se em Paris e é conhecida como o Panteão.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Em 1/3 dos países do mundo é proibido evangelizar

As leis que proíbem a blasfêmia são “alarmantemente difundidas” em todo o mundo, com muitos países estabelecendo punições desproporcionais,...