domingo, 15 de janeiro de 2017

A TENSÃO CONTINUA

China poderá romper relações diplomáticas com os EUA, se princípio de uma só China for violado

Um dos jornais mais importantes da China, o 'Global Times', publicou que "o princípio de uma só China não é um capricho de Pequim".
O texto acrescenta que é uma "obrigação" dos presidentes dos EUA respeitarem esse princípio para "manter as relações entre ambos os países e respeitar a ordem atual do Pacífico asiático".
O artigo foi publicado após a visita da líder de Taiwán, Tsai Ing-wen, a Houston, EUA, No último fim de semana. Em alguns dias, Ing-wen voltará a entrar em solo norte-americano, na cidade de San Francisco, onde, especula-se, ela poderá ter um encontro com o recém eleito presidente dos EUA, Donald Trump.
Tsai y Trump já conversaram anteriormente por telefone, um fato que provocou grandes críticas por parte da China, que insiste que a Casa Branca deve respeitar o principio de 'uma só China' e romper qualquer relação diplomática com Taiwán. A China não reconhece o governo taiwanês.
Permaneceremos atentos a esse novo foco de tensão entre as potências, provocado pela aproximação de Donald Trump com o governo taiwanês.

Israel responde com fogo de artilharia ataques em Gaza

As Forças de Defesa israelenses destruiram neste domingo uma posição do grupo Hamas com fogo de artilharia, em resposta ao ataque lançado contra um veículo militar israelense de engenharia na fronteira com Gaza.
A passagem de Kerem Shalom, na fronteira entre Israel e a Faixa de Gaza, foi fechada para que o Exército possa avaliar a situação. Na Faixa de Gaza, um território palestino com governo próprio, o grupo Hamas se nega a reconhecer o Estado de Israel.

Abbas se encontra com Papa, enquanto ocorre Conferência com 70 nações

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, reuniu-se com papa da Igreja Católica Romana, Francisco I, enquanto procura apoio internacional diante da cúpula da paz de Paris neste fim de semana.
Entre outras coisas, Abbas citou a preocupação palestina sobre uma possível mudança da embaixada dos EUA em Israel de Tel Aviv para Jerusalém.
Os palestinos se opõem veementemente a essa medida, dizendo que mataria qualquer esperança de negociar um acordo de paz entre israelenses e palestinos e traria instabilidade na região.
Ao mesmo tempo, foi inaugurada no Vaticano uma embaixada palestina, ratificando o reconhecimento papal do "Estado Palestino".
Neste domingo, a França está hospedando cerca de 70 países em uma cúpula de paz no Oriente Médio que marca a última chance para o governo Obama estabelecer suas posições para a região.

Ainda têm gente dormindo o sono da indolência. Mas o cronograma profético continua avançando e, um acordo definitivo no Oriente Médio tem sido procurado durante décadas, sem éxito. As profecias bíblicas mostram, cremos, um cenário de falsa paz antes da grande tribulação. Ao mesmo tempo, cúpulas como essa que está ocorrendo em Paris, abririam caminho para o surgimento de um grande líder mundial, capaz de estabelecer finalmente um acordo no Oriente Médio... Continuaremos atentos.

Ameaça para humanos, animais e plantações: Queensland é invadida por formigas de fogo

Uma invasão de formigas está ocorrendo em Queensland, na Austrália. Caso as colônias de formigas de fogo se propaguem ainda mais poderão colocar as pessoas, o gado e a agricultura em risco.
A formiga de fogo é originária da América do Sul e morde tanto seres humanos como animais. Um relatório adverte que há pouco tempo para erradicá-las e para impedir que se espalhem pelo país. As formigas entraram na Austrália, através do porto de Brisbane, em 2001.
Nos Estados Unidos, 85 pessoas morreram após choques causados por múltiplas mordidas de formigas de fogo. O governo australiano está considerando duplicar os esforços para vencer a praga e gastar mais de 260 milhões de euros, na próxima década, para erradicar as formigas de fogo.



Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Cientistas tentam explicar relato do Livro de Josué sobre o Sol parando

Pesquisadores da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, publicaram os resultados de uma pesquisa inédita na revista científica Astronom...