sábado, 18 de março de 2017

Ex-líder satanista se converte a Jesus após orações de igreja


Quando a “Grande Igreja de Lúcifer” anunciou que abriria as portas em Houston, Texas, o caso foi noticiado no mundo todo. Um dos bastiões evangélicos dos Estados Unidos, os texanos não estavam satisfeitos e houve protestos de alguns cristãos que vivem na área.
A data marcada foi o último dia de outubro de 2015, quando se comemora o Halloween. Na ocasião, o pastor Robert Hogan, da Igreja Spring First, afirmou aos membros que não queria ver ninguém carregando cartazes.
Em sermão naquele final de semana, ele afirmou: “Eu não vou estar lá para protestar. E vou te dizer uma coisa, não quero vocês lá fazendo piquete. Se você quiser protestar, faça isso em seus joelhos”.

O material está disponível na internet, onde ele também diz acreditar que “Deus pode iniciar um avivamento naquela igreja satânica”. Desde então a igreja orou sobre o assunto.

Quase um ano se passou.
Em agosto de 2016, Jacob McKelvy, um dos fundadores da “Grande Igreja de Lúcifer” entrou no templo da Spring First e pediu para falar com o pastor Hogan. Sem saber do que se tratava, ele recebeu o visitante. Quatro horas depois, McKelvy entregou sua vida a Jesus Cristo.
No início do mês passado, Jacob e sua esposa Michelle foram batizados pelo pastor Hogan. No culto, eles deram testemunho público e renunciaram todos os laços com a igreja luciferiana, que depois de sua conversão fechou as portas.
“Nós já fomos cobertos pela escuridão e estávamos ligados um ao outro por uma aliança luciferiana”, disse o ex-satanista. “Estávamos atolados na influência do adversário e não conhecíamos o amor… Hoje eu repreendo, renuncio e rompo com toda aliança satânica pelo sangue de Jesus”. A esposa repetiu suas palavras.
Em um vídeo divulgado pela igreja,  os McKelvy contam sua história e dizem esperar que ela inspire outros a viver a vida que só Cristo oferece. “Não importa o quanto você pense estar afastado de Deus, sempre há um caminho de volta para casa”, asseguram.
Eles agora têm falado nas igrejas da região sobre o poder da oração e como o amor de Deus transforma a vida até das pessoas que estão muito envolvidas com as trevas. 

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Em 1/3 dos países do mundo é proibido evangelizar

As leis que proíbem a blasfêmia são “alarmantemente difundidas” em todo o mundo, com muitos países estabelecendo punições desproporcionais,...