domingo, 25 de maio de 2008

A GRANDE TRIBULAÇÃO


A GRANDE TRIBULAÇÃO

Há os que dizem que a grande tribulação citada por Jesus já ocorreu, baseando-se em fatos históricos que se assemelham aos relatos Bíblicos. Outros dizem que ela só ocorrerá no futuro, mas que a igreja não estará aqui na terra. Há também os que crêem que esta grande tribulação está relacionada ao Armagedom.

TRIBULAÇÃO
1- Adversidade, contrariedade. 2- Aflição, amargura, tormento.

No NOVO COMENTÁRIO DA BÍBLIA (Edição Vida Nova, 1987 - pg. 978), diz de Mateus 24:21 o seguinte: "O versículo 21 é adaptado de Joel 2:2 e Daniel 12:1. Os horrores do cerco de Jerusalém cumpriram amplamente a predição. Cerca de um milhão de judeus foram mortos, a maioria sendo crucificada e uns dois milhões vendidos como escravos miseravelmente."

No NOVO DICIONÁRIO DA BÍBLIA (Edição Vida Nova, 1995. Organizado por J.D Douglas - pg. 1630), define tribulação como:
"A palavra 'tribulação' ocorre por dezenas de vezes, tanto no Antigo como no Novo Testamento. Mas é no Novo Testamento que encontramos maior luz projetada sobre o problema do sofrimento e da tristeza do homem. O vocábulo grego, que traz em si a idéia de pressão, como se houvesse uma grande carga posta sobre o espírito, é thlipsis, que noutras passagens do Novo Testamento também é traduzido como 'aflição', 'angústia', etc. O termo português se deriva do latim tribulum, o instrumento de desterroar, o rastelo, mediante o qual o lavrador romano separava a espiga da sua palha. Embora a tribulação possa esmagar-nos e ferir-nos, separa nossa palha do trigo, para que fiquemos preparados para o celeiro do céu.
A tristeza é difícil de suportar, e a dúvida é lenta em desanuviar-se', mas o Novo Testamento é o livro mais otimista do mundo, porque os seus escritores haviam sido libertados de toda a dúvida que paralisa a alma, e viviam na luz do amor de Cristo. Os escritores sagrados sabem perfeitamente que a sua aflição (thlipsis) está sempre contribuindo para a glória que haverá de manifestar-se (2ª Coríntios 4:17,18). Exultam na esperança da glória de Deus, e ficam capacitados a exultar até mesmo sob a tribulação (thlipsis), porque sabem que a tribulação produzirá neles um poder permanente e o amadurecimento do caráter, a fim de que a esperança que foi neles implantada, no início de sua experiência cristã, seja dessa maneira confirmada e intensificada; essa esperança jamais desaponta, porque o amor de Deus foi derramado plenamente em seus corações (Romanos 5:1-5). Esse amor é eterno e inalterável, e guia os crentes através de suas muitas tribulações (Atos 14:22), através de grande tribulação (Apocalipse 7:14), até que cheguem ao reino eterno e que jamais se corrompe. Enquanto dura a tribulação, prolonga-se também o consolo, que os consolados devem transmitir a outros (2ª Coríntios 1:3,4).
O termo 'tribulação' é ocasionalmente deparado com referências escatológicas, como em Marco 13:19 (Mateus 24:21), refletindo Daniel 12:1; 2º Tessalonicenses 1:6; Apocalipse 7:14."

Se a grande aflição ou tribulação já aconteceu ou vai acontecer, eu não o sei. O que sei é que será uma grande tribulação para os crentes que estiverem vivos no tempo da manifestação do anticristo, pois a revelação entregue a João em Apocalipse 13:15 diz expressamente que: quem não adorar a tal imagem ou recusar receber a tal marca será morto, direto ou indiretamente, pois não poderá comprar comida, logo, poderá morrer de fome.
Eu não sei como os teólogos classificarão os dias da marca 666. Será que Jesus tão-somente estava se referindo aos judeus quando falou sobre a grande aflição? Pois com base na história poderíamos dizer que ela já ocorreu. Mas se Ele estava referindo-se à igreja, tenho 100% de convicção para dizer não, ela ainda ocorrerá. Vejamos o que diz o texto em Apocalipse 7:9-14 revelado por Jesus: "Depois destas coisas olhei, e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono, e perante o Cordeiro, trajando vestes brancas e com palmas nas suas mãos; e clamavam com grande voz, dizendo: Salvação ao nosso Deus, que está assentado no trono, e ao Cordeiro. E todos os anjos estavam ao redor do trono, e dos anciãos, e dos quatro animais; e prostraram-se diante do trono sobre seus rostos, e adoraram a Deus, dizendo: Amém. Louvor, e glória, e sabedoria, e ação de graças, e honra, e poder, e força ao nosso Deus, para todo o sempre. Amém. E um dos anciãos me falou, dizendo: Estes que estão vestidos de vestes brancas, quem são, e de onde vieram? E eu disse-lhe: Senhor, tu sabes. E ele disse-me: Estes são os que vieram da grande tribulação, e lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro." Note, neste texto, que os que passaram pela grande tribulação são de nações, povos e línguas diferentes, logo, fica descartada a possibilidade de a grande tribulação já ter ocorrido, como dizem os estudiosos, pois ela não diz respeito apenas à nação dos judeus.
Imagine agora o irmão vendo sua família passando fome, ou a mãe vendo seus filhos doente e não podendo comprar nenhuma comida ou remédio. Mesmo que você tenha um saco de dinheiro, não terá autorização para usá-lo sem receber a marca. Se o irmão mora de aluguel, e seu senhorio não for realmente um crente em Jesus Cristo, você será despejado, só poderá levar algumas roupas, pois ninguém fará a sua mudança. Será declarado como inimigo do Estado, e da nova ordem mundial, todo aquele que rejeitar a marca. "E o irmão entregará à morte o irmão, e o pai o filho; e os filhos se levantarão contra os pais, e os matarão." (Mateus 10:21). "E até pelos pais, e irmãos, e parentes, e amigos sereis entregues; e matarão alguns de vós." (Lucas 21:16). "Tenho-vos dito estas coisas para que vos não escandalizeis. Expulsar-vos-ão das sinagogas; vem mesmo a hora em que qualquer que vos matar cuidará fazer um serviço a Deus. E isto vos farão, porque não conheceram ao Pai nem a mim." (João 16:1-30).
Este Site existe porque creio que a igreja estará aqui na terra quando estas coisas acontecerem. Todos os irmãos que não acreditam nisto certamente aceitarão a marca, pois não acreditam que a igreja estará aqui. Para eles, a "suposta marca" não será a do Apocalipse 13; por isso, nenhum mal lhes acontecerá, pensam eles.
"Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra. Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa." (Apocalipse 3:10,11 - Versão revista e corrigida).

"Porquanto guardaste a palavra da minha perseverança, também eu te guardarei da hora da provação que há de vir sobre o mundo inteiro, para pôr a prova os que habitam sobre a terra. Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa." (Apocalipse 3:10,11 - Versão revisada).

Há dois pontos importantes no texto acima:
1º - Seja tentação ou provação, estes virão sobre o mundo todo para testar a humanidade, como última chance de arrependimento e para separar o joio do trigo, os verdadeiramente crentes dos que pareciam ser crentes.
2º - "também eu te guardarei" está sendo interpretado por arrebatamento da igreja, mas creio que serão aqueles que estarão vivos, como nos diz o apóstolo Paulo: "Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor." (1ª Tessalonicenses 4:17). A Palavra nos diz que uns estarão vivos e outros serão mortos. Veja que o texto em Apocalipse 20:4-6, diz que haverá duas ressurreições no fim dos tempos, uma para a igreja que dorme no Senhor, e a outra, mil anos após, para os mortos do mundo: incrédulos, religiosos, ímpios, adúlteros, idólatras, mentirosos, etc. Tenho certeza que o amado irmão quer tomar parte na primeira ressurreição, pois nesta, como nos diz o texto, a segunda morte não tem poder sobre estes. Note, que também na primeira ressurreição, estão incluídos os que serão mortos por recusarem aceitar a marca e adorarem a imagem. Logo, a igreja, como já disse em outro estudo, estará aqui na terra nos dias do anticristo e da implantação de sua marca. Uns serão mortos dando testemunho que são de Cristo, e outros serão guardados para o arrebatamento, assim se cumprirão as Escrituras Bíblicas.
"Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: O que vencer não receberá o dano da segunda morte." (Apocalipse 3:10,11).
Meu irmão, o único jeito de mudar o arrebatamento da igreja para antes da implantação do 666, seria que o texto de Apocalipse 20:4-6 estivesse traduzido errado, mas como já disse em outro estudo: "É melhor prevenir do que não poder remediar". Mais uma vez eu repito: se você tem certeza que a igreja não estará aqui na terra por ocasião da implantação do 666, você é um excelente candidato para ser marcado, pois segundo o que você crê, qualquer marca, mesmo que literalmente seja 666, você a aceitará. A frase nesta época será: Não tem nada haver! Ou você dirá cantando para mim: "To nem aí! To nem aí! Meu lugar não é aqui!". Esse tempo será também uma grande tribulação para aqueles que conhecem o evangelho, mas não tomaram uma posição ao lado de Cristo. Isto me faz lembrar o filme O Ladrão na Noite, apesar de ter uma interpretação "errada", no tocante à ordem do arrebatamento, mostrava muitas pessoas sofrendo, mas não aceitando a Cristo como único salvador, estavam encima do muro. Para mim, será uma grande tribulação para todos estes, pois não se prepararam como as cinco virgens prudentes.
"E olhai por vós, não aconteça que os vossos corações se carreguem de glutonaria, de embriaguez, e dos cuidados da vida, e venha sobre vós de improviso aquele dia. Porque virá como um laço sobre todos os que habitam na face de toda a terra. Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem." (Lucas 21:36-36).

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Seita chinesa acredita que Jesus reencarnou em mulher

A Igreja do Deus Todo-Poderoso (IDTP) é uma religião que nasceu no início dos anos 90 na China, e crê que Jesus reencarnou em uma mulher ch...