domingo, 19 de outubro de 2008

O quarto Animal

Obs. copiei esse artigo do blog: http://apocalipsetotal.blogspot.com/

O quarto Animal
Depois disto eu continuei olhando nas visões da noite, e eis aqui o quarto animal, terrível e espantoso, e muito forte, o qual tinha dentes grandes de ferro; ele devorava e fazia em pedaços, e pisava aos pés o que sobejava; era diferente de todos os animais que apareceram antes dele, e tinha dez chifres. (Daniel 7 : 7).
Sobre esse “estupendo” animal, o então deputado Luiz GUSHIKEN (PT-SP) pronunciou o seguinte elogio em um discurso em Brasília: “...esta Casa se enalteceu ao promover sessão solene de homenagem ao Centenário da Ascensão de Bahá’u’lláh, fundador da Fé Bahá’í(...) Decorre desse princípio a arquitetura do mais grandioso projeto político jamais imaginado pelo homem: uma instituição mundial, que com seus poderes Executivo, Legislativo, Judiciário e Militar...”O poder militar da nova ordem mundial de Baha’u’llah será formado por um força internacional submissa a um Executivo Internacional (O Anticristo) que exercerá sua autoridade suprema e inquestionável. Esse terá o poder de devastar qualquer país que se opor ao seu governo totalitário e matar todos os cristãos de forma cruel e covarde, mas o seu governo será visto como um sistema cooperativista pelas pessoas que não conhecem o verdadeiro DEUS. O governo mundial ainda não surgiu, mas ele está sempre operante (II Tessalonicenses 2 : 7). Compete ao Conselho de Segurança da ONU ir destruindo países como: Haiti, Iraque e Afeganistão até a chegada da nova ordem mundial de Baha’u’llah.São as cinco nações do conselho de segurança que decidem quem tem o direito de viver ou não. Mas elas não decidem tudo sozinhas. É necessário que o número de Bahá (9) esteja presente em todas as esferas do governo. A solução provisória deixada por Shoggi Effendi (neto de Baha’u’llah) foi a criação de um artigo complementar na Carta das Nações Unidas. Esse encargo ficou por conta da comunidade Bahá’i :

O Artigo 27 da Carta das Nações Unidas diz o seguinte:1. Cada membro do Conselho de Segurança terá um voto.2. As decisões do conselho de Segurança, em questões processuais, serão tomadas pelo voto afirmativo de nove Membros.

Essa é uma forma provisória de ir destruindo povos e nações até que a nova ordem mundial de Baha’u’llah formalize a entrada de mais 4 membros no conselho. A distribuição do número 9 em todas as esferas do governo mundial é uma forma de satanás tentar enganar a maior parte dos cristãos. Isolando o Anticristo do grupo, muitos cristãos não vão acreditar que essa forma de governo que está por vir é a besta de 10 chifres. Os 10 chifres devem ser distribuídos em número de Bahá de acordo com a figura ao lado: Outra importante função do quarto animal é provocar intrigas e maquinações entre as nações participantes. Somente dessa forma o governo mundial devastará a Babilônia Americana (ou a Mulher sentada na Besta) por ordem do Anticristo. Dessa forma o Anticristo poderá julgar as nações não se envolvendo diretamente com elas.O Quarto animal descrito no Alcorão.

Obs.: Talvez para alguns cristãos que não conheçam o Alcorão isso pode parecer um pouco estranho. Mas o importante aqui é mostrar que todas as religiões pagãs encaixam-se nas profecias de Baha’u’llahO quarto animal também aparece nas suras do Alcorão, mas como uma forma de governo que trará a paz. Ela é chamada de “As 27 letras dos viventes”, onde até os dias de Hoje somente duas letras foram reveladas. O Quarto animal descrito pelo profeta Daniel também faz parte dessas letras.
A figura ao lado representa os 27 viventes da fé islâmica e Bahá’i. O número 27 foi divido na proporção nove ( 9 + 9 + 9) para que todos fiquem em uma esfera de Bahá. Dessa forma temos a tríade 999. Esse é o conhecimento que jamais há de mudar do qual Baha’u’llah descreve em seu kitáb-i-aqdas.
K-29. Diz: Este é aquele conhecimento oculto que jamais há de mudar, pois inicia-se com o nove, o símbolo que representa o Nome oculto e manifesto, inviolável e inacessivelmente excelso.
As duas letras viventes reveladas também representam a divisão do Islã (Shiitas e Sunnitas). Como o Islã se dividiu em dois grupos principais, existem duas formas de se chegar as 25 letras restantes que são:

1) A primeira fórmula: Os 12 Imames considerados pelos shiitas duodécimanos + os 5 califas Sunnitas. Dessa forma temos o total de 17 letras reveladas. As 10 restantes são a besta de 10 chifres. O que ficaria da seguinte forma:27 Viventes = 12 Imanes + 5 Califas + A besta de 10 chifres

2) A segunda fórmula: O Adevento do Q’áin (que é o eclipse do sol e a lua) aguardado pelo Islã (que é a revelação dos sinais de Baha'u'llah e do Bab) representa a união entre Shiitas e Sunnitas (as duas letras viventes) que será concretizada no Monte Carmelo. Dessa forma restam 25 à serem reveladas que são:

a) O parlamento das religiões = 9

b) Os nove mestres eleitos do Anticristo =9

c) O Anticristo (1) e a Besta de 2 chifres = 3

d) A besta do Abismo (Baha’u’lla) = 1

e) E os três demônios semelhantes a espíritos de rãs = 3

E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta vi sair três espíritos imundos, semelhantes a rãs. (Apocalipse 16 : 13)
Obs. O Falso profeta é um dos nove membros do futuro parlamento das religiões.
Dessa forma temos: A + B + C + D + E = 259 + 9 + 3 + 1 + 3 = 25

Segundo a tradição islâmica deixada por Muhammad, o prometido entrará no plano de Akká (onde se localiza o santuário de Baha’u’llah) e lá se reunirão com todos os 25 viventes relacionados acima. Essa revelação é totalmente proibida pelo Alcorão e pelas escrituras Baha’is, mas isso serve para que essas seitas vejam a superioridade infinita da Bíblia e dos ensinamentos do Senhor Jesus.Nada há encoberto que não venha a ser revelado; e oculto que não venha a ser conhecido (Lucas 12 : 2)
Os 12 Imames duodécimanos Shiitas1. 'Alí-ibn-i-Abí-Tálib (600-661), primo e primeiro discípulo do Profeta, assassinado por Ibn-i-Muljam em Kúfih.

2. Hasan (626-670), filho de 'Alí e Fátimih - filha do Profeta - envenenado por ordem de Mu'ávíyih I.

3. Husayn (627-680), filho de 'Alí e Fátimih morto em Karbilá .

4. 'Alí-ibn-Husayn (661-718), filho de Husayn e Sháhribánú (filha de Yazdigird, último rei da dinastia Sassânida da Pérsia, geralmente chamado Imame Zaynu'l-'Abidín, envenenado por Valíd.

5. Muhammad-Báqir (676-732), filho do acima mencionado Zaynu'l-'Ábidín e sua prima Umm-i-'Abdu'lláh, filha do Imame Hasan, envenenado por Ibrahim ibn-i-Valíd.

6. Ja'far-i-Sádiq (703-758), filho do Imame Muhammad-Báqir, envenenado por ordem de Mansúr, o Califa 'Abbásida.

7. Músá-Kázim (745-790), filho do Imame Ja'far-i-Sádiq, envenenado por ordem de Hárúnu'r-Rashíd.

8. 'Alí-ibn-i-Músa'r-Ridá (765-818), geralmente chamado Imame Ridá, envenenado próximo de Tús, em Khurásán, por ordem do Califa Ma'mún e sepultado em Mashhad.

9. Muhammad-Taqí,(810-833) filho do Imame Ridá e envenenado pelo Califa Mu'tasim em Bagdá.

10. 'Alí-Naqí,(829-870) filho do Imame Muhammad-Taqí e envenenado em Surra-man-Ra'á.

11. Hasan-i-Askarí, (847- 875) filho do Imame 'Alí-Naqí e foi envenenado durante o califado de Al-Muutamed.

12. Muhammad,(868-940)Os 5 califas Sunitas 1º Califa - Abu Bakr foi a terceira pessoa a aceitar o Islã. (632 a 634 a..d). 2º Califa - ‘Umar Abu Ubayda (634 a 644 a.d.). 3º Califa - ‘Uthmãn (644 a 656 a.d.). 4º Califa - ‘Ali Ibn-i-Abi-Talib (656 a 661 a.d). Considerado pelos shiitas como o 1º Imame.5º Califa - Mu’ãwiya I (680 a.d.).

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Em 1/3 dos países do mundo é proibido evangelizar

As leis que proíbem a blasfêmia são “alarmantemente difundidas” em todo o mundo, com muitos países estabelecendo punições desproporcionais,...