quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Israel diz que Irã tem material para quatro bombas atômicas

02/02/2012 - 14h31




DA REUTERS, EM JERUSALÉ


Israel estimou nesta quinta-feira que o Irã poderia fabricar quatro bombas atômicas enriquecendo mais o urânio que já tem estocado, e poderia produzir sua primeira bomba dentro de um ano se assim decidir.
Em uma rara declaração pública, o general Aviv Kochavi, chefe da inteligência militar, resistiu à possibilidade de que sanções internacionais mais fortes possam dissuadir o governo iraniano 


de buscar uma política que para desenvolver armas nucleares, segundo o israelense.
Citando números similares aos da agência nuclear da ONU, Kochavi disse à Conferência Herzliya de Israel sobre questões estratégicas, que ocorre anualmente.
"O Irã acumulou mais de quatro toneladas de urânio enriquecido em um nível de 3,5% e quase 100 kg em um nível enriquecido a 20%. Essa quantidade de material já é suficiente para quatro bombas atômicas", defendeu.
As bombas nucleares exigem urânio enriquecido a 90%, mas peritos ocidentais dizem que a maior parte dos esforços para chegar lá já foi feito assim que se alcança a pureza de 20%, abreviando o tempo necessário para "fazer surgir" qualquer arma nuclear.
Um ex-inspetor da ONU afirmou no mês passado que o Irã tem suficiente urânio a 20% para a fabricação de uma bomba --cerca de 250 kg do material-- dentro de um ano.
As estimativas ocidentais sobre quanto tempo levaria para o Irã fabricar armas atômicas, se decidir fazer isso, variam de seis meses a um ano ou mais.
Alguns acreditam que o Irã quer desenvolver a energia nuclear, mas parar o processo antes da fabricação de armas, já que é signatário de um tratado internacional que o impede de produzir armamento nuclear.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Seita chinesa acredita que Jesus reencarnou em mulher

A Igreja do Deus Todo-Poderoso (IDTP) é uma religião que nasceu no início dos anos 90 na China, e crê que Jesus reencarnou em uma mulher ch...