quinta-feira, 12 de junho de 2008


IGREJA DE ROMA



A imagem do papa


Parece inacreditável, mas não é! João Paulo II, aclamado como "santo, santo" e "santo já", pelo povo que assistiu a cerimônia do seu funeral, deu início, por meio de Bento XVI, ao processo de sua beatificação. Logo, também poderá ser edificada a sua imagem para ser adorada. Será uma coincidência? Talvez!

Bento XVI não terá nunca o carisma de João Paulo II, mas já demonstra saber usar muito bem as oportunidades. Se ele quiser edificar uma imagem a aquele que foi aclamado pelo povo como "santo", quem contestará? Visto que até hoje, segundo a imprensa, não se viu tal manifestação pública para com um Papa, ainda que morto. A carta assinada pelos cardeais pedindo a beatificação de João Paulo II, já estava em mãos daquele que seria o seu sucessor: Joseph Ratzinger.
Joseph Ratzinger foi um dos homens mais influentes no Vaticano e próximo ao Papa João Paulo II, que o nomeou em 1981 como prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé (forma como o Tribunal da "Santa" Inquisição passou a ser chamado a partir de 1908), cargo que manteve até ao falecimento do seu antecessor. Ratzinger foi e é um dos mais poderosos integrantes da Cúria Romana.
Segundo o jornal italiano Corriere della Sera, o polonês dom Edward Nowak, secretário da Congregação das Causas dos Santos do Vaticano, afirmou que Karol Wojtyla pode ser proclamado "santo" em outubro deste ano.
5.1 - Uma breve história da perseguição à igreja de Cristo

Em 24 de fevereiro do ano 303, o imperador romano Galério, autorizou oficialmente, por lei, a perseguição contra os crentes, porque estes aumentaram tanto em número, que os líderes romanos se alarmaram. Oito anos depois, sem conseguirem deter este crescimento, o mesmo imperador anulou, por outra lei, a perseguição contra a igreja, permitindo a pregação da Palavra de Deus.
No ano de 313, a Palavra de Deus tinha alcançado uma poderosa vitória contra o paganismo. Mas um novo imperador veio a ocupar o trono do império romano. Segundo a história, este imperador, por nome Constantino, teve uma visão: viu no céu uma cruz brilhante, de luz avermelhada, na qual estava escrito a fogo as seguintes palavras: “Com este sinal vencerás.” Por causa desta visão, Constantino, por meio do Edito de Milão, oficializou a igreja de Jesus Cristo como a religião universal do Império Romano. Sob sua liderança, foi convocado um concílio em 14 de agosto de 314, que formaram uma hierarquia eclesiástica, unindo a Igreja aos interesses do Estado, tendo ela a força da lei e das armas para combater as chamadas “heresias”. Nasce assim, a Igreja Católica Romana, não fundada por Cristo, mas pelo imperador Constantino e os crentes que abandonaram o caminho santo.
Sob a liderança do imperador e desta hierarquia, muitas emendas foram feitas nas Escrituras (Bíblia), criando-se as doutrinas da Igreja de Roma. A partir do ano 325, muitos concílios foram realizados com este mesmo propósito: alterar as Escrituras, tanto na escrita, como na sua interpretação, para justificar as ações desta nova religião. Algumas destas são:

1- O batismo infantil em 416.
2- A adoração a Maria em 451.
3- A adoração a imagens e o culto aos santos em 787.
4- Salvação pelas obras, purgatório, a venda do perdão de Deus pelas indulgências, fora desta igreja não há salvação, a confissão de pecados aos sacerdotes.

É importante salientar, que a igreja evangélica prega a Cristo ressuscitado, e a Católica Romana a Cristo Crucificado. A partir do ano 426, teve início ao período conhecido como “A idade das trevas”. Foram dez séculos de perseguição serrada contra os remanescentes da igreja fundada por Cristo, os que não se uniram à igreja Católica Romana. A história da igreja de Cristo foi e está sendo escrita com o sangue de muitos dos seus membros, a começar com o sangue do seu fundador: nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

5.1.1 - Assim morreram os apóstolos

Estevão, apedrejado.
Mateus, morto na Etiópia.
Marcos, arrastado pelas ruas.
Lucas, esfolado.
Pedro e Simeão, crucificados e apedrejados.
Bartolomeu, esfolado vivo.
Tomé, transpassado com lanças.
Tiago, o menor, foi arrancado do templo e espancado até a morte.
Judas, o zelote, cravejado de flechas.
Matias, apedrejado.
Paulo, decapitado.

Na idade média, desde o seu início em 426, quase 50 milhões de crentes sofreram a morte por martírio (sofrimento físico). Mediante estes fatos históricos, o que lhe faz pensar ser melhor que estes?

É muito difícil estar preparado para estas coisas, mas é necessário. "Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; Somos reputados como ovelhas para o matadouro." (Romanos 8:36).
Vou contar como exemplo, um acontecimento real ocorrido com um jovem por volta de 1982, quando era solteiro e morava com seus pais.
Diz ele:
Na minha oficina de consertos, que ficava na parte de trás do quintal, havia duas portas, uma comum e outra dupla, por onde passavam os aparelhos para conserto. A porta comum, que ficava na lateral da oficina, eu serrei acima da metade, preguei no portal à parte de baixo, com pregos de 7 cm, e na parte de cima eu pus um trinco, transformando-a em uma janela. Certo dia, eu observei que a porta que eu havia pregado tinha sido forçada, coisa mínima, uns 3mm. Chamei meus pais, e disse-lhes que eu achava que haviam forçado a porta para tentar roubar os aparelhos que lá haviam. Tanto meu pai como minha mãe discordaram. Eu insisti com eles mostrando os sinais, que até a escada de madeira que tínhamos estava fora do lugar. Mas eles conseguiram me convencer do contrário, dizendo que os sinais não eram o que pareciam ser que a porta havia delatado com o calor, e que a escada, provavelmente, eu ou minhas irmãs haviam tirado do seu lugar e não devolvido. No dia seguinte, minha mãe me acordou dizendo: Pularam o muro de nossa casa e arrombaram a porta da oficina. Fui ver o prejuízo, mas roubaram apenas duas ferramentas eletrônicas, não levaram nada de muito valor, apesar de haverem televisões e aparelhos de som na oficina. Eles estavam com as mãos cheias, pois pegaram a tal escada que falei e usaram para pular para a casa do vizinho, e lhe roubaram uma bicicleta nova. Naquela noite eles roubaram umas 5 ou 6 casas. Passei uns três meses tendo pesadelos, foi horrível. Na verdade, mais de vinte anos depois, ainda tenho pesadelos com aquela porta. O que me aborreceu, foi o fato de, mesmo eu tendo visto antecipadamente os sinais da tentativa de roubo, acatei o que meus pais disseram, e não tomei nenhuma providência.
O irmão está entendendo o que estou lhe dizendo? "E aquele que ouve estas minhas palavras, e não as cumpre, compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia; e desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e caiu, e foi grande a sua queda." (Mateus 7:26-28).
Há no meio evangélico pessoas fazendo-se passar por crentes. Eles atuam do púlpito a zeladoria. Jesus já nos avisou sobre eles quando disse: "Deixai crescer ambos juntos até à ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para queimá-lo; mas, o trigo, ajuntai-o no meu celeiro." "O campo é o mundo; e a boa semente são os filhos do reino; e o joio são os filhos do maligno;" (Mateus 13:1-43). O apóstolo Paulo também disse: "Porque eu sei isto que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não pouparão ao rebanho; e que de entre vós mesmos se levantarão homens que falarão coisas perversas, para atraírem os discípulos após si. Portanto, vigiai, lembrando-vos de que durante três anos, não cessei, noite e dia, de admoestar com lágrimas a cada um de vós." (Atos 20:29-31). E Jesus fecha este assunto dizendo: “Portanto, pelos seus frutos os conhecereis." (Mateus 7:20).
Apesar de ter visto os sinais da tentativa de arrombamento na oficina, o jovem deu ouvidos a seus pais. Semelhante a isto, será por ocasião do anticristo e sua marca. A Bíblia nos revela os sinais, mas muitos ouvirão os homens, sejam eles nossos pais, parentes, amigos ou "irmãos na fé". Está tudo escrito, o preto no branco, a saber: "Mas nem todos têm obedecido ao evangelho; pois Isaías diz: Senhor, quem creu na nossa pregação?" (Romanos 10:16).
Há muita semelhança entre o ocorrido com o jovem e o que Jesus disse: "Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia, e guarda as suas roupas, para que não ande nu, e não se vejam as suas vergonhas." (Apocalipse 16:15). "... e aquele dia vos sobrevenha de improviso como um laço." (Lucas 21:34).
Isto não é um filme de terror, é real e vai acontecer em breve, quer você queira ou não. Eu não estou profetizando, pois já está profetizado, revelado nas Escrituras e assinado por Jesus, a saber: "Revelação de Jesus Cristo, a qual Deus lhe deu, para mostrar aos seus servos as coisas que brevemente devem acontecer; e pelo seu anjo as enviou, e as notificou a João seu servo; o qual testificou da palavra de Deus, e do testemunho de Jesus Cristo, e de tudo o que tem visto. Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo." (Apocalipse 1:1-3). Os sinais têm o seu tempo determinado por Deus, e a trombeta está soando. Enquanto há tempo vos digo: "Fugi para salvação vossa, filhos de Benjamim, do meio de Jerusalém; e tocai a buzina em Tecoa, e levantai um sinal de fogo sobre Bete-Haquerém; porque do lado norte surge um mal e uma grande destruição.”.

5.2 - A nova ordem ecumênica
A Nova Ordem Mundial passa obrigatoriamente pelo Vaticano. Nenhuma outra religião tem promovido mais intensamente a chegada do Terceiro Milênio. O papa João Paulo II tem trabalhado incansavelmente pela implantação da Nova Ordem Mundial. Ele decretou que a Ano Santo 2000 será de paz e fraternidade entre os homens de todas as religiões e credos. Ele tem promovido o ecumenismo do qual se tornou o líder, sob o lema: "Um só rebanho, um só pastor". Declarou recentemente que a teoria da evolução é perfeitamente compatível com a fé católica. Além disso, todo líder político que se preza vai ao Vaticano buscar a bênção do papa.
Todo esse poder não é um fato recente. O papa Paulo VI, em 12 de setembro de 1958, inaugurou, no norte da Itália, uma estátua da Virgem Maria com 20 metros de altura, a qual á chamada "Nossa querida Senhora e Dona Europa". Como a Igreja Católica interpreta a "mulher vestida de sol com a lua debaixo dos pés de uma coroa de doze estrelas na cabeça" de Apocalipse 12:1, como sendo a Virgem Maria; e como a cor atribuída a ela é azul, a União Européia não hesitou em estabelecer sua bandeira azul com a coroa de Maria contendo as doze estrelas, uma para cada nação que compõe o corpo principal do que eles pretendem ser os Estados Unidos da Europa (veja na ilustração).
O Apocalipse fala de uma besta que foi ferida de morte, mas sobreviveu. Sabemos que o termo "besta" nada tem de pejorativo, pois significa animal, fera, e representa um poder secular ou religioso que se opõe a Deus. É sabido e notório o envolvimento da Igreja Católica com a Maçonaria. Toda a imprensa mundial noticiou que altas personalidades do Vaticano estavam envolvidas no escândalo financeiro do banco Ambrosiano e da Maçonaria, na década de 70.
O escândalo foi abafado e pouco depois, em 1978, com a morte de Paulo VI foi eleito um novo papa: O cardeal Albino Luciani, que adotou o nome de João Paulo I. Acontece que esse papa pretendia reabrir o caso do Banco Ambrosiano e da Loja Maçônica P2. Trinta e quatro dias depois de assumir o papado, João Paulo I morreu. Nova eleição foi realizada e o escolhido foi o cardeal Karol Wojtyla que adotou o nome de João Paulo II em homenagem a seu antecessor João Paulo I, o Breve.
Em março de 1981, o presidente dos Estados Unidos, Ronald Reagan foi vítima de um atentado, mas sobreviveu. Em maio daquele mesmo ano, também João Paulo II foi ferido à bala, mas sobreviveu. Esses atentados serviram para aproximar esses dois chefes-de-estado de duas das maiores nações do mundo. Enquanto Reagan representava o maior país democrático do ocidente, o mais desenvolvido e melhor equipado do mundo; João Paulo II representa uma nação pequena no seu território, porém enorme no seu contingente espalhado por quase todo o mundo.
Agora esses dois líderes políticos tinham algo em comum. Reagan colocou nas mãos do papa informações confidencias da CIA, o serviço secreto americano, sobre o comunismo soviético. Com base nessas informações, João Paulo II mobilizou seus cardeais, bispos e padres da Europa que, por sua vez, mobilizaram a população dos países comunistas. Católicos e não-católicos ergueram a bandeira da liberdade, e juntos conseguiram derrubar o muro de Berlim, no final de 1989. Dois anos depois, a URSS deixou de existir e a Rússia tornou-se uma nação democrática. É dessa forma que João Paulo II trabalhou em favor da Nova Ordem Mundial globalizada. É dessa forma que estão se unindo na América e na Europa para juntos promoverem a santificação do Domingo.

5.3 - Um só pensamento
Em seu discurso de posse, em 1993, para o seu primeiro mandato na Casa Branca, o presidente Bill Clinton declarou: "Estamos numa nova era.”.
Em janeiro de 1997, em seu discurso de posse para o segundo mandato, o presidente Clinton disse que pretende conduzir a América rumo à Nova Promessa. Duas expressões que querem dizer a mesma coisa.
Hoje, nenhum candidato consegue eleger-se presidente dos EUA sem o aval da Comissão Trilateral e dos seus superpoderosos iluminados. É claro que Clinton não era o homem da Ordem. O homem era Al Gore o discreto e carismático vice-presidente que tentou concorrer por duas vezes à presidência e não conseguiu. Mas, como Bush, ele conseguiu primeiro chegar à vice-presidente. Al Gore é o mais ilustre apóstolo da Nova Era. Foi forte candidato à sucessão de Clinton que ocorreu no ano 2000 e perdeu para Bush naquela eleição fraudada, Gore é um especialista em ecologia e cercou-se de assessores que junto com ele trabalham para estabelecer a Nova Ordem Mundial. Gore promoveu "uma profunda reforma administrativa no governo americano", que ele pretendia assumir no ano 2001.
No Brasil, o empresário Mário Garnero é o mais destacado representante da Nova Ordem Mundial, e não tem medido esforços para difundir a filosofia do movimento através de congressos e encontros de empresários para os quais ele traz como palestrante um convidado, ninguém menos do que George Bush.
Além disso, Garnero pode ser visto na imprensa desde a década de 60 sempre acompanhado de grandes personalidades da Nova Ordem como Gerald Ford, George Schultz, Henry Kissinger, além de ser amigo de David Rockefell.


5.4 – Qual o real segredo de Fátima?


Há alguns anos atrás saiu no programa do Fantástico, da Rede globo de Televisão, o que seria a "revelação do terceiro segredo de Fátima" guardado a sete chaves pelo Vaticano. Segundo o próprio vaticano, o "segredo" seria o atentado sofrido pelo papa João Paulo 2º que, francamente, "não convenceu", e nada acrescentou de "importante". Mas a "revelação do terceiro segredo" apresentada no SBT, no programa do Ratinho, pelo italiano Giorgio Bongiovanni, tem muito a ser comentado. Não que seja realmente uma mensagem enviada por Maria, mãe de Jesus, pois não é! Mas pela harmonia que se pode perceber no plano de Satanás para enganar a humanidade nos últimos dias, antes da volta de Jesus Cristo.
Segundo Bongiovanni, o "terceiro segredo" é dividido em três pontos: 1º - Crise teológica na igreja católica, causando uma divisão. 2º - À volta de Cristo e uma provável terceira guerra mundial, caso os homens não mudem. 3º - Um período de paz e evolução para a humanidade, com o fim do racismo e um contato entre o homem e seres cósmicos.
Satanás está preparando o cenário mundial para a manifestação do seu anticristo, e usará as profecias Bíblicas a seu favor. Por exemplo: Tentará convencer o mundo, que se a igreja vier a desaparecer, não será o arrebatamento bíblico, e sim, que as pessoas serão levadas da terra por seres de outros planetas. Na revista Terceiro Milênio, de novembro de 1999, página 36, está escrito sobre Bongiovanni o seguinte: "Neste momento, Giorgio entra em êxtase e contata astralmente seres da sétima dimensão como Cristo, Ashtar Sheran e da própria Virgem Maria, entre outros.”.
Saiba o irmão que, segundo os médiuns, Ashtar Sheran, que significa a estrela que mais brilha, é o comandante supremo de uma frota intergaláctica, e que tem enviado mensagens a médiuns do mundo inteiro, dizendo que virão a terra. Isto lembra alguém citado nas Escrituras? "Como caíste desde o céu, ó estrela da manhã, filha da alva! Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações! E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte. Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo. E, contudo levado serás ao inferno, ao mais profundo do abismo." (Isaías 14:12-15).
É curioso que muitos grupos religiosos tem em comum a vinda de seres do espaço em suas doutrinas e "revelações mediúnicas". Tenho certeza de que tudo isto faz parte do plano do maligno para os últimos dias.

"E faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu a terra, à vista dos homens." (Apocalipse 13:13).

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Cientistas tentam explicar relato do Livro de Josué sobre o Sol parando

Pesquisadores da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, publicaram os resultados de uma pesquisa inédita na revista científica Astronom...